Senado cria CPI para investigar irregulariedades na CBF

A comisão irá investigar contratos envolvendo a Seleção Brasileira.

O projeto apresentado pelo ex-jogador Romário (PSB-RJ), que estabelece a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o Comitê Organizador da Copa do Mundo 2014, foi aprovada no Senado na manhã desta sexta-feira (29).

Image title

De acordo com o deputado, todos os envolvidos no escândalo, que já é considerado o maior do futebol mundial, irão pagar pelos crimes cometidos.

"Posso afirmar que essa CPI é de verdade, muitos daqueles que fazem mal ao futebol vão pagar pelos seus crimes. Tenho esperança que vai sobrar para o presidente da CBF (Del Nero). É o corrupto mor. O Ricardo Teixeira também. Merecem uma vaga ao lado de Marin em uma cela", disse. 

A comisão irá investigar contratos envolvendo a Seleção Brasileira. Além disso, será investigado se houve alguma irregularidade na realização da Copa das Confederações 2013 e da Copa do Mundo 2014.

O escândalo

No início da semana, pelo menos sete dirigentes e cinco executivos da Fifa foram presos em Zurique, na Suíça, dentre eles o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, acusados de corrupção e extorsão. Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, eles podem pegar até 20 anos de prisão.

Na manhã desta sexta-feira (29) Joseph Blatter foi reeleito presidente da entidade e garantiu que irá resolver os problemas atuais. Com os braços unidos sobre a cabeça, Blatter gritou em alto e bom som: “Let’s go, Fifa! Let’s go, Fifa!”,que em português significa: Vamos.


Fonte: Com informações do Terra