Só empate: Vasco vacila e fica no 1 a 1 com o Avaí

Só empate: Vasco vacila e fica no 1 a 1 com o Avaí

Este foi o 11º empate Vasco na competição, agora igualado com o Palmeiras,

O Vasco vacilou e empatou com Avaí, por 1 a 1, mesmo jogando em casa, em partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quinta feira. Ramon abriu o placar para os cariocas, que ainda tiveram a chance de ampliar em pênalti desperdiçado por Rafael Coelho. No segundo tempo os catarinenses reagiram e empataram com Caio.

Este foi o 11º empate Vasco na competição, agora igualado com o Palmeiras, como o time como mais igualdades no Campeonato Brasileiro. O resultado impediu os vascaínos de subirem mais na classificação e o clube ocupa a décima posição, com 29 pontos, enquanto o time catarinense, que não vence há oito partidas, soma 25 pontos e está na 15ª posição.

Na próxima rodada, o equipe carioca vai a Porto Alegre enfrentar o Internacional. Já o Avaí receberá o Grêmio, jogando no Estádioo da Ressacada.

O jogo

O Vasco foi a campo com duas novidades na equipe titular. Afastado dos gramados, por conta de uma lesão na coxa esquerda, o lateral esquerdo Ramon voltou a ser titular da equipe carioca, após quase dois meses. O atacante Rafael Coelho também retornou ao time.

Já o Avaí veio a campo cheio de mudanças. O esquema foi o 3-5-2, diferente da equipe que foi derrotada pelo Cruzeiro, na última rodada, quando atuou no 4-4-2. O meia Caio deixou o time titular para a entrada do jovem zagueiro Gabriel. As outras alterações foram a entrada de Diogo Orlando no lugar de Rudnei e do meia Leandro Bonfim para a saída do lateral esquerdo Eltinho. Com isso, Davi atuou pelo setor.

Sem perder tempo, o Vasco iniciou em cima do Avaí, pressionando o adversário na saída de bola. A equipe catarinense sentiu e começou a marcar mais forte para sair com rápidos contra-ataques.

No momento em que a partida estava bem equilibrada, o Vasco abriu o placar com gol do lateral esquerdo Ramon. Aos 24min, Éder Luis recebeu belo passe na esquerda e cruzou para o lateral esquerdo, que apareceu na área como elemento surpresa. O deixou a equipe catarinense desnorteada e três minutos depois, Rafael Coelho foi empurrado por Émerson e o árbitro marcou pênalti.

O atacante assumiu a responsabilidade e foi para a cobrança, porém sem sucesso. Coelho bateu fraco e Renan, que foi convocado por Mano Menezes para o amistoso da Seleção Brasileira diante dos Estados Unidos, defendeu com facilidade.

Com o desperdício da penalidade máxima, o Vasco encolheu e passou a ver o Avaí tomar a iniciativa do duelo. Aos 32min, Leandro Bonfim bateu falta com categoria e a bola raspou na trave direita de Fernando Prass.

No lance seguinte um princípio de confusão foi armado. Após chute forte de Felipe Bastos, o goleiro Renan não segurou na primeira. Na sobra, o goleiro segurou a bola, antes da chegada de Éder Luis que o atingiu na cabeça. Os jogadores do Avaí ficaram exaltados e foram tirar satisfação com os vascaínos. Ramon e Marcinho Guerreiro foram advertidos com o cartão amarelo.

O Avaí, que perdeu o atacante Vandinho por lesão após pancada de Dedé, seguiu pressionando e aos 42min viu Patric perder ótima chance. Davi avançou pela esquerda e bateu cruzado, o lateral ex-Benfica, sozinho, pegou mal na bola e mandou para fora.

Mais uma vez em jogada pelas laterais, o Avaí quase marcou. Patric, desta vez, fez bom cruzamento e o experiente atacante Sávio, que já estava pronto para empurrar a bola para as redes foi surpreendido por Nilton, que voltou para mandar a bola para escanteio.

Para a segunda etapa, PC Gusmão tirou os dois jogadores que voltaram após longos períodos afastados, por lesão. Rafael Coelho saiu para a entrada do jovem Jonathan e Ramon deixou o gramado para dar lugar a Jumar, que foi mais uma vez improvisado na ala esquerda.

Com as alterações, a equipe carioca conseguiu neutralizar as principais ações dos catarinenses e voltou a dominar a partida. E logo aos 10min, Felipe Bastou obrigou Renan a fazer bela defesa. O meia que vem sendo titular nas últimas partidas, devido às ausências de Carlos Alberto e Felipe, recebeu bom passe de Eder Luis, chutou forte e o goleiro do Avaí espalmou.

O Vasco seguiu pressionando e no lance seguinte, perdeu mais uma boa oportunidade de ampliar sua vantagem. Zé Roberto foi acionado por Jonathan, invadiu a área e chutou, de perna esquerda, rente a trave.

Após os sustos, a equipe comandada por Antônio Lopes teve chance de igualar o placar, com Rafael Costa, que recebeu passe na área, dominou no peito e chutou para excelente defesa de Fernando Prass.

Como no primeiro tempo, no momento em que a partida tendia para o equilíbrio aconteceu algo que mudaria o destino das duas equipes. Desta vez, em vez do gol foi uma expulsão. Émerson colocou a mão na bola, na entrada da área, recebeu o segundo cartão amarelo e foi para os vestiários mais cedo.

Zé Roberto, que realizou bela partida desperdiçou mais duas chances de gol. Na primeira, aos 22min, o camisa 10 vascaíno chutou forte e Renan defendeu em dois tempos. Dois minutos depois, na segunda, o meia-atacante dominou na risca da área, se livrou do marcador e concluiu para mais uma boa intervenção de Renan.

O Vasco foi penalizado por ter desperdiçado boas chances e sofreu o empate, com gol de Caio, que entrou no lugar de Davi, em boa mudança feita pelo técnico Antônio Lopes. O meia aproveitou rebote de Fernando Prass em chute de Laércio, aos 29min e empurrou para a meta vazia.

O gol sofrido deixou os cariocas desesperados em busca da vitória. Porém a equipe não conseguiu transformar a vontade em gols e amargou mais um empate no Campeonato Brasileiro, com direito a vaias do bom públuico que compareceu em São Januário.

FICHA TÉCNICA

Vasco 1 x 1 Avaí

Gols

Vasco:Ramon, aos 24min do primeiro tempo

Avaí: Caio, aos 29min do segundo tempo

Ponto Forte do Vasco

A boas investidas pelo lado direito, com o lateral Fágner e do meia Zé Roberto, que infernizaram a defesa catarinense

Ponto Forte do Avaí

As boas mudanças promovidas pelo técnico Antônio Lopes, que deixaram a equipe bastante ofensiva

Ponto Fraco do Vasco

O fraco aproveitamento nas finalizações, incluindo o pênalti perdido por Rafael Coelho

Ponto Fraco do Avaí

Na primeira etapa, a equipe jogou muito recuada e permitiu que o Vasco mandasse no jogo

Personagem do jogo

Ramon, que marcou o gol do Vasco, após ficar quase dois meses afastado por conta de uma lesão

Esquema Tático do Vasco

4-4-2

Fernando Prass; Fágner, Dedé, Titi e Ramon (Jumar); Nilton, Rafael Carioca, Fellipe Bastos (Jeferson) e Zé Roberto; Éder Luis e Rafael Coelho (Jonathan). Técnico: PC Gusmão

Esquema Tático do Avaí

3-5-2

Renan; Émerson, Rafael e Gabriel; Patric, Marcinho Guerreiro, Diogo Orlando e Davi (Caio); Sávio (Laércio) e Vandinho (Rafael Costa). Técnico: Antônio Lopes.

Cartões amarelos

Vasco: Titi, Ramon e Jumar

Avaí: Émerson, Gabriel, Marcinho Guerreiro, Patric e Davi

Cartões vermelhos

Avaí: Émerson Árbitro

Sandro Meira Ricci (DF)

Local

Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Terra, www.terra.com.br