"Sonho ser campeão", diz Rubens Barrichello

O brasileiro foi derrotado em todas as corridas deste ano pelo companheiro da Brawn GP

Apesar de estar 16 pontos atrás de Jenson Button no Mundial de Pilotos, Rubens Barrichello ainda confia em suas chances de título. O brasileiro foi derrotado em todas as corridas deste ano pelo companheiro da Brawn GP, mas acredita que a má sorte e algumas circunstâncias o afastaram da primeira vitória neste ano.

- Estou um pouco desapontado com isso. Já deveria ter vencido uma corrida, mas após tantos anos, o "se" não existe mais. Depende de como você acorda. Sonho ser campeão. As pessoas podem dizer que você está maluco, porque seu companheiro já venceu cinco corridas. Tenho sorte de que o campeonato não é decidido por vitórias. É uma luta saudável e espero melhorar. O equilíbrio do carro favoreceu Jenson nas quatro primeiras provas. Mas com o novo pacote aerodinâmico, consegui reagir. A decisão estranha em Barcelona me custou a pole e depois tivemos o problema dos pit stops - diz Barrichello, em entrevista ao site da revista inglesa "Autosport".

Barrichello lembra que, há quatro meses, sequer tinha uma vaga na Fórmula 1. Atualmente, está na melhor equipe do ano. O brasileiro quer manter a confiança para as próximas 11 corridas.

- Dominei todo o tempo em Mônaco, mas Jenson conseguiu uma volta fenomenal, imbatível. A minha foi muito boa, e estava no mesmo décimo dele. Ele venceu a corrida na classificação. Mas ainda temos 11 corridas. Quatro meses atrás estava sonhando com uma vaga na Fórmula 1 e agora eu tenho. Agora sonho em me tornar campeão do mundo. Acho que é um objetivo possível e só preciso colocá-lo em prática.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com