Spider tapa a boca com a mão para evitar novo "beijo" em Chris Weidman

Melhor momento ocorreu após coletiva de imprensa, quando o Spider tapou a boca com a mão na hora para evitar um novo "beijo" no americano

Anderson Silva e Chris Weidman protagonizaram nesta terça-feira o segundo dia de atividades da semana para promover o UFC 168, marcado para 28 de dezembro, onde farão a esperada revanche pelo cinturão da categoria dos médios do Ultimate. Em Las Vegas (EUA), o brasileiro sorriu diversas vezes, mas no geral foi monossilábico nas respostas. O melhor momento ocorreu após a coletiva de imprensa, quando o Spider tapou a boca com a mão na hora da encarada para evitar um novo "beijo" no americano, como aconteceu na pesagem do UFC 162.


Spider tapa a boca com a mão para evitar novo

Durante a coletiva, Anderson estava tão breve nas respostas que o presidente do Ultimate, Dana White, foi até o pé do seu ouvido para pedir melhores comentários. O ex-campeão foi muito questionado sobre a perda do cinturão e mostrou respeito por Weidman:

- Eu não sei por que as pessoas não respeitam o campeão. Às vezes as pessoas veem as lutas e não respeitam o campeão. Esse cara me detonou e é o campeão. Precisam respeitá-lo.

Weidman tem recebido muitas mensagens nas redes sociais dizendo que teve sorte na primeira luta e que isso não se repetirá na segunda. O americano deu de ombros para o fato:

- Não me importo. Ele merece esse tipo de respeito, é o melhor de todos os tempos. Eu sabia que teria uma revanche, ele merece. Mesmo quando eu vencer de novo, vai haver gente achando que foi sorte. Neste esporte há muita gente invejosa. Sempre haverá gente duvidando de você.

O atual detentor do cinturão disse que vai em busca do nocaute, como fez na primeira luta, ou da finalização para não deixar dúvidas de sua vitória:

- É muito importante (conseguir uma finalização ou nocaute na revanche). Quero ir lá e brilhar. Há muitas pessoas duvidando de nós lá fora. Quero ser melhor todo dia, tenho que entrar e dar o máximo que posso. Eu tenho que tentar o que sentir, ou vou me arrepender depois. Então vou para liquidar a luta.

Anderson, por sua vez, afirmou que viu um lado bom no revés para Weidman:

- Vai começar tudo de novo, vai ser aquela loucura toda. Faz parte do trabalho. Eu amo fazer isso. Quando comecei a treinar, eu não imaginava chegar aonde cheguei. Queria ser tão bom como meus professores. Foi bom eu ter perdido para entender como Deus foi bom na minha vida esse tempo todo. Ele me deu um presente, que é ser campeão, e que eu esqueci um pouco. Mas agora entendi como funciona, e muita coisa vai mudar.


Spider tapa a boca com a mão para evitar novo

Fonte: G1