STJD denuncia árbitro Héber Roberto Lopes por lance com Ederson

Lateral Fagner, do Corinthians, também foi denunciado

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) publicou em seu site na noite da última sexta-feira (29) um edital de citação e intimação convocando para julgamento o árbitro Héber Roberto Lopes e o lateral Fagner pelo lance que provocou a contusão do atacante Ederson no duelo entre Corinthians e Flamengo, no dia 3 de julho, pelo Campeonato Brasileiro.

O corintiano Fagner foi denunciado no artigo incurso no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê pena de 1 a 6 jogos por ação violenta em caso de punição.

Já Héber Roberto Lopes responderá pelos artigos 259 (deixar de observar as regras da modalidade) e 266 (deixar de relatar as ocorrências disciplinares da partida, prova ou equivalente, ou fazê-lo de modo a impossibilitar ou dificultar punição de infratores, deturpar os fatos ocorridos ou fazer constar fato que não tenha presenciado).

Pelo artigo 259, a código prevê suspensão de 15 a 120 dias. Já pelo 26, a suspensão em caso de punição é de 30 a 360 dias, cumulada ou não com multa, de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 1.000,00 (mil reais). Porém, ela pode ser substituída por advertência em caso de menor gravidade.

A intimação ainda cita o artigo 184 para Héber, que diz "Quando o agente mediante mais de uma ação ou omissão, pratica duas ou mais infrações, aplicam-se cumulativamente as penas."

A sessão de instrução e julgamento que será realizada na quarta-feira, dia 3 de agosto de 2016, às 18h, no Plenário do STJD.

O lance em questão gerou muita polêmica, já que Heber Roberto Lopes não marcou falta em uma entrada considerada dura pelos flamenguistas. O técnico Zé Ricardo acabou expulso por reclamação.


Heber Roberto Lopes (Crédito: FolhaPress)
Heber Roberto Lopes (Crédito: FolhaPress)


Fonte: Com informações do Uol