Sul-africanos lamentam ausência de Ronaldinho na lista de Dunga

Sul-africanos lamentam ausência de Ronaldinho na lista de Dunga

Robinho está fora da lista dos 23 jogadores que vão para a Copa, mas está dentro dos 30 que a CBF tem de inscrever para a Copa

Os torcedores sul-africanos lamentaram a ausência do meia Ronaldinho, do Milan, na lista do técnico Dunga para a Copa do Mundo. O jogador brasileiro tem uma fama absurda dentro do país sede do Mundial. Em todos os lugares que a reportagem do Terra andou nesta quinta-feira, em Johannesburgo, ao se identificar como brasileiro, a primeira lembrança que vem a mente do povo local é o nome do meio-campista.

O taxista Richard Ngone se mostrou surpreso com a ausência do craque na lista de 23 jogadores da Seleção. "Como assim? Ronaldinho não virá para a África do Sul? Que pena, gosto muito dele e do futebol dele. Qual o problema do técnico de vocês?", afirmou.

Os jornais do país também lamentam a ausência do craque do Milan. O The Citizen trouxe em sua principal página sobre Copa do Mundo, algumas estrelas que ficarão fora do Mundial, dando destaque para o fato de Ronaldinho não estar no grupo da Seleção Brasileira.

Segundo o periódico, Dunga causou um "estardalhaço" ao anunciar a lista de 23 nomes e não contar com Ronaldinho. O jornal falou ainda sobre as ausências de Neymar e Adriano e citou os corintianos Ronaldo, lembrado pelo The Citizen por conta dos três títulos de melhor jogador do mundo pela Fifa, e Roberto Carlos.

O jornal comenta ainda sobre ausências importantes em outras seleções que disputarão a Copa do Mundo, como é o caso da dupla da Roma Totti e Luca Toni, na seleção italiana, do meia Vieira e do atacante Benzema, no esquadrão da França, e do centroavante Ruud Van Nistelrooy, na Holanda.

Já o The Star deu um curto destaque, porém relevante em relação a ausência de Ronaldinho na matéria em que divulgou a lista dos jogadores de cada seleção. "Ronaldinho foi parte do time campeão mundial de 2002 e ganhou sua última chance em abril de 2009. Porém, não há lugar para ele dessa vez", afirmou o jornal.

Fonte: Terra