Sul-coreana é ouro na patinação artística

Sul-coreana é ouro na patinação artística

Yu-Na Kim vence, mas emoção vai para bronze de canadense cuja mãe morreu

A sul-coreana Yu-Na Kim confirmou na madrugada desta sexta-feira (26, no horário de Brasília) sua superioridade na patinação artística individual feminina e garantiu com sobras o ouro nos Jogos Olímpicos de Vancouver, em prova que marcou o bronze da canadense Joannie Rochette, cuja mãe morreu poucos dias antes de sua apresentação.

Kim, que já tinha sido a melhor colocada no programa livre, disputado na madrugada de quarta-feira (24), fez uma apresentação praticamente perfeita na patinação livre, com 150,06 pontos, com um total de 228,56.

A diferença para as rivais foi imensa. A japonesa Mao Asada, segunda colocada, ficou com 205,50 pontos, enquanto Rochette marcou 202,64. Na patinação livre, a vantagem de Kim foi impressionante. As medalhistas de prata e bronze ficaram com 131,72 e 131,28 pontos, respectivamente.

No momento mais emocionante da prova, Joannie Rochette novamente ficou com os olhos cheios de lágrimas ao final de sua rotina. A mãe da atleta morreu dois dias antes de sua primeira apresentação, vítima de um ataque cardíaco. Mesmo assim, a patinadora persistiu no sonho de disputar a Olimpíada em casa.

Mas Yu-Na Kim é um fenômeno do esporte e não deu chances a ela. A sul-coreana foi proibida de disputar a Olimpíada de Turim, em 2006, por ter apenas 15 anos. Agora, com 19, já acumula muitos títulos de expressão mundial.

Além de ter o título olímpico, ela é campeã mundial (2009), campeã do torneio dos quatro continentes (2009), tricampeã da grande final do Grand Prix (2007,2008 e 2009), líder do ranking nos últimos três anos e heptacampeã de etapas do Grand Prix desde a temporada 2006/2007.

Fonte: R7, www.r7.com