Talvez sem Hulk, Brasil pode ter de testar seu elenco pela primeira vez em partida contra México

Talvez sem Hulk, Brasil pode ter de testar seu elenco pela primeira vez em partida contra México

Contra México e talvez sem Hulk, Brasil testa seu elenco pela primeira vez

O Brasil entra em campo nesta terça-feira e sua escalação inicial é um mistério. Contra o México, em Fortaleza, às 16h, Felipão pode ter de descartar um Hulk baleado para, pela primeira vez desde que assumiu a seleção, testar a qualidade de seu elenco.

Campeão da Copa das Confederações com méritos, o Brasil do treinador gaúcho teve, desde o início do torneio, o mesmo time-base, e só mudou na terceira rodada para que alguns jogadores fossem poupados. Desta vez, se Hulk não puder jogar com uma lesão muscular na coxa esquerda, Felipão terá de testar se Ramires e Bernard, seus prováveis substitutos, darão conta do recado.

"Tenho jogadoraes com características diferentes que também podem acrescentar à equipe coisas como velocidade, marcação mais forte e posicionamento diferente. Não terá problema nenhum se, por acaso, Hulk não puder jogar", diz Felipão, Técnico da seleção brasileira.

"Não se pode falar mal de um jogador que conquistou tudo o que Alves conquistou com o Barcelona. Ele é fabuloso. Mas o México terá que atacar o Brasil se quiser sair desta partida com um resultado positivos e usar as pontas é uma das vias", afirma Miguel Herrera, Técnico da seleção mexicana.

Fonte: UOL