Técnico crê em finalização de Vitor: "Está preparado para 10 rounds"

Durinho acredita que Bisping vai se fechar em cima e, consequentemente, a luta será no chão.

Um dos treinadores de Vitor Belfort, Gilbert Durinho adiantou, segundos antes da tensa encarada na entrevista coletiva dessa quinta-feira, que o carioca posicionaria o braço direito daquela maneira para evitar uma aproximação maior de Michael Bisping. E deu no que deu. Desta vez, Durinho prevê como será o duelo deste sábado, no UFC São Paulo, apostando em uma finalização de Belfort. Para ele, o inglês não vai querer entrar na trocação franca:

- Pelo treinamento que a gente fez, eu quero que o Vitor entre bem relaxado, tranquilo, sentindo a luta. Mas acho que não passa do terceiro round. Vou botar aí uma finalização no terceiro round. O Bisping não vai aguentar até o terceiro round, não. O Vitor aguenta, eu acho difícil o Bisping aguentar. E acho que o Bisping vai se fechar muito em pé. O Vitor já tem um alto nível de trocação no boxe, então a mão dele é muito rápida. Se o Bisping for inteligente, vai se fechar muito, aí vai ser difícil de entrar uma mão no queixo. Provavelmente a luta vai para o chão, e eu aposto na finalização.





A crítica de Bisping a Vitor Belfort e as provocações constantes foram vistas por Durinho como uma motivação a mais para o companheiro. Segundo o treinador, o carioca vai surpreender muita gente pelo preparo físico:

- A gente gostou da motivação que ele (Bisping) deu para gente. E vou te falar que ele (Vitor) está preparado para lutar dez rounds contra o Bisping. Como são cinco, pode colocar dois Bispings lá que ele (o inglês) não vai aguentar. O Vitor está preparado, o condicionamento, o jiu-jítsu, a trocação, a parte de movimentação, acho que vai ser difícil para ele achar o Vitor.

Perguntado se estava sofrendo muito nos treinos com Belfort, Durinho brincou e encheu o parceiro de elogios. Ele espera que Bisping sinta o mesmo que ele próprio sentiu nesses últimos meses:

- Pô, bastante (risos). Para treinar com o Vitor eu tenho que ganhar um pouquinho de peso, peso normalmente uns 80kg, e quando vou fazer preparação com ele subo uns 5kg para eu aguentar. Sofro bastante, o cara tem a mão pesada, tem movimentação e pressão. O Vitor não é um lutador de jiu-jítsu que só finaliza, ele tem muita pressão. Se o Bisping cair por baixo, vai sentir um pouco do que eu senti no treinamento.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com