Técnico do Flamengo, Cristovão Borges, afirma ser vítima de racismo

Treinador afirmou que vê conteúdo racista nas críticas

O técnico Cristovão Borges, do Flamengo, revelou ser vítima de racismo por parte dos contrários ao seu trabalho no Rubro-Negro. O treinador falou e demonstrou estranheza com as “críticas sistemáticas” por parte de torcida e imprensa.

“Começam com as críticas, as críticas contínuas e diárias que viram perseguição. No conteúdo de algumas dessas críticas tem componentes racistas. Por exemplo, foi citado que o Flamengo, na escolha do treinador, deixou de escolher o Oswaldo de Oliveira para escolher o ‘Mourinho do Pelourinho’. O Flamengo é uma grande lente de aumento e, como eu sou negro, também enxergo o racista a qualquer distância”, disse Cristovão, que continuou:

“A tolerância comigo é diferente, sempre foi. Não é uma coisa que afete a ponto de atrapalhar o meu trabalho. Isso não, porque eu me preparei para estar nesta situação. Só que, quando passa do ponto, quando me atinge como pessoa, como cidadão, aí sim, vou procurar meus direitos para me fazer respeitar”, afirmou.

Image title

Fonte: Esporte Interativo