Técnico do Iraque, Zico critica grama artificial

"Acho que jogo bom é na grama natural", disse Zico.

Na véspera do duelo contra Cingapura, pelas eliminatórias da Copa-2014, o técnico da seleção do Iraque, o brasileiro Zico, fez duras críticas ao gramado artificial do estádio Jalan Besar, em Cingapura. "Não gosto do gramado, porque penso que só é possível jogar bem na grama natural", disse o ex-jogador nesta segunda-feira.



"Acho que jogo bom é na grama natural. Talvez para as escolas, para os jovens, tudo bem, mas não para profissionais. As eliminatórias da Copa do Mundo precisam de grama natural", acrescentou.

O campo, provisório, foi homologado pela Fifa enquanto o Centro Nacional Esportivo de Cingapura não é construído. O projeto inclui um estádio com teto retrátil e capacidade para 55 mil lugares, mas que só deve ficar pronto em 2014.

Zico também reclamou do pouco tempo de recuperação para a sua equipe após a derrota do Iraque para a Jordânia por 2 a 0, na sexta-feira, na abertura do Grupo A.

"Depois do jogo, não é possível relaxar, os jogadores estão cansados, precisam pegar um voo, um voo longo", queixou-se.

Fonte: Folha.com