Felipão custa R$ 350 mil por vitória do Palmeiras

Felipão custa R$ 350 mil por vitória do Palmeiras

Desde 18 de julho, treinador venceu apenas quatro partidas no comando da equipe

Nos últimos dois meses, o Palmeiras teve um custo-benefício muito baixo com Felipão no comando da equipe. Com salário estimado em R$ 700 mil, o treinador venceu apenas quatro dos 17 jogos que disputou à frente do time. Ou seja: Scolari ?cobrou? do clube R$ 350 mil por cada vitória que conquistou nesse período.

Nesta quarta-feira (22), porém, o técnico tem uma boa oportunidade para diminuir a ?dívida? que criou com o Verdão. Caso consiga bater o lanterna Grêmio Prudente, às 19h30, no estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente, Felipão deixará o valor por vitória em ?apenas? R$ 280 mil.

Desde 18 de julho, o Palmeiras de Scolari teve aproveitamento de 39%. Além das quatro vitórias em 17 jogos, o time teve oito empates e sofreu cinco derrotas.

Além disso, criou uma curiosa maneira de pontuar. Ao contrário do que seria comum, o Palmeiras tem sido um adversário mais forte fora de casa do que dentro de seus domínios.

A última derrota do Verdão como visitante foi justamente na estreia de Felipão, em 18 de julho, quando a equipe foi derrotada pelo Avaí, na Ressacada, por 4 a 2. Desde então, não perdeu mais longe de São Paulo. Dessa forma, os próximos dois jogos, contra Prudente e Flamengo, ambos fora de casa, servem de alento aos palmeirenses.

Otimista, mesmo com o time na 13ª posição do Brasileiro, o atacante Tadeu diz até que o Palmeiras ainda pensa em título.

- Enquanto tivermos chances no Campeonato Brasileiro, vamos lutar para subir. Queremos chegar próximos à briga pelo título, não consideramos uma missão impossível.

Na escalação, o Palmeiras continua com uma série de problemas. O goleiro Marcos, o meia Lincoln e o atacante Ewerthon estão fora por contusão. Para completar, os meias Valdivia e Tinga cumprem suspensão pelo terceiro amarelo. Nos bastidores, o clube ainda amarga outra preocupação: os recentes problemas de saúde do presidente Luiz Gonzaga Belluzzo. A boa notícia pode ser a estreia do atacante Dinei, que foi apresentado nesta terça-feira (21).

Do outro lado, o fantasma do rebaixamento à Série B do Brasileiro começa a trazer desespero ao elenco do Grêmio Prudente, último colocado no Nacional. A desvantagem em relação ao Avaí, primeiro clube fora da zona da degola, já está em oito pontos.

Ciente da situação delicada, o volante Marcelo Oliveira pede empenho à equipe contra o Palmeiras.

- Não podemos ficar de cabeça baixa. Vamos enfrentar as dificuldades e sair desta situação.

Na escalação, o Prudente pode ter uma novidade no ataque. Depois de uma contusão na panturrilha, Wesley foi liberado do departamento médico e está à disposição do técnico Marcelo Rospide.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO-SP x PALMEIRAS

Local: estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente (SP)

Data: 22 de setembro de 2010, quarta-feira

Horário: 19h30 (Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa)

Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Junior ou João Bourgalber Nobre Chaves (ambos de SP)

GRÊMIO PRUDENTE: Giovanni; Bruno Ribeiro, Anderson Luis, Diego Giaretta e Cleidson; Rodrigo Mancha, Carlos Eduardo, Roberto e Fabiano Gadelha; Henrique Dias e Hugo (Wesley)

Técnico: Marcelo Rospide

PALMEIRAS: Deola; Vitor, Maurício Ramos, Danilo e Rivaldo (Fabrício); Edinho, Pierre, Marcos Assunção e Márcio Araújo; Kleber e Tadeu (Dinei).

Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Fonte: R7, www.r7.com