Técnico Kleina diz que Palmeiras vai jogar "última gota de suor"

Técnico Kleina diz que Palmeiras vai jogar "última gota de suor"

O treinador afirmou que tem três formações diferentes para utilizar e prometeu esforço

Após uma sequência de treinos secretos, o técnico Gilson Kleina não quis revelar o time do Palmeiras que enfrentará o Fluminense, neste domingo, confronto no qual é necessária uma vitória para manter o sonho de escapar do rebaixamento. O treinador afirmou que tem três formações diferentes para utilizar e prometeu que sua equipe dará a "última gota de suor e sangue" para tentar se livrar do rebaixamento.

Foi realizado neste sábado de manhã o último coletivo do time alviverde antes da partida. Novamente, não foram permitidos jornalistas como aconteceram em práticas anteriores. A maior possibilidade é de que Kleina mantenha a equipe que pegou o Botafogo, com quatro jogadores no meio-campo, Luan e Barcos à frente. Mas há a chance de que ele escale três atacantes, com a entrada de Maikon Leite.

"Fizemos três coletivos e treinamos à exaustão, algo que já vínhamos fazendo desde que chegamos. A diferença é que, agora, tivemos a semana cheia para treinar. Não será por falta de trabalho que vamos decepcionar. Testei três formações distintas", explicou o treinador ao site oficial do Palmeiras.

Na opinião de Kleina, é possível acreditar na fuga do rebaixamento porque o time tem tido "boas atuações". Para ele, só houve dois ou três jogos ruins desde que a sua chegada ao clube. Foi esse o tom de seu discurso para os jogadores na véspera da partida.

Ele reconheceu, no entanto, a dificuldade do adversário, já que o Fluminense só perdeu três partidas no Brasileiro-2012 até agora. Tanto que é o líder do Brasileiro e pode ser campeão neste domingo. Segundo ele, a maior virtude do rival é ser bastante equilibrado. Mas ressaltou a capacidade de luta do Palmeiras.

"Pode ter certeza que, dentro de campo, não vai faltar entrega, muito menos esperança. Todo mundo aqui sabe dos obstáculos. Mas é nossa última gota de suor, de sangue e de luta que vamos jogar em Presidente Prudente", exaltou ele ao site do Palmeiras.

A delegação palmeirense embarcou à tarde para Presidente Prudente logo após o treinamento. Contava com 19 jogadores relacionados para o jogo: Bruno e Raphael Alemão; Artur e Juninho; Maurício Ramos, Henrique e Román; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Correa, João Denoni e Wesley; Patrick Vieira; Barcos, Obina, Luan, Maikno Leite e Mazinho.

Fonte: UOL