Técnico Muricy Ramalho crê que maratona pode recuperar Ganso

Hoje, contra o Atlético-PR, às 18h30, na Arena da Baixada, Ganso fará apenas sua segunda partida neste Brasileiro.

O técnico Muricy Ramalho aposta na intensa maratona de jogos que o Santos enfrentará nas próximas semanas para que o meia Paulo Henrique Ganso recupere a condição física e técnica que o transformou no principal camisa 10 do Brasil hoje.



O time da Vila Belmiro iniciou, na quarta-feira, ante o Flamengo, uma série de 14 partidas seguidas em aproximadamente 40 dias, sem folgas no meio ou nos fins de semana.

Hoje, contra o Atlético-PR, às 18h30, na Arena da Baixada, Ganso fará apenas sua segunda partida neste Brasileiro. "Se ele não tiver um problema médico, vai melhorar muito na parte física e técnica", disse Muricy.

"Nós vamos jogar quarta e domingo, e essa sequência vai ser muito boa para ele. Agora, é só descanso e jogar. Isso que vai dar condições para ele."

Uma séria lesão no joelho, sofrida ainda em 2010, e um grave problema muscular atrapalharam a temporada de Ganso. Tanto que, dos 46 jogos do Santos no ano, o meia disputou apenas 17.

Só se recuperou da última contusão a tempo de disputar a segunda partida das finais da Libertadores, um dia antes de se apresentar à seleção para a Copa América.

Ao seu lado, hoje, terá Elano, muito criticado na derrota para o Flamengo. O camisa 8, que perdeu um pênalti quarta, tem o apoio de Muricy. "Ele tem jogado muito bem. Foi uma semana dura."

Fonte: Folha.com