Técnico Tite fala em mudar esquema tático do Corinthians

Com sofrimento dos últimos jogos, treinador estuda acrescentar mais um jogador no meio de campo



Pela primeira vez desde o início do Campeonato Brasileiro, Tite cogita abandonar o esquema 4-3-3 ou 4-2-3-1, como ele prefere. Foram dez jogos (nove vitórias e um empate) de sucesso até que a formação começasse a ficar conhecida pelos rivais. Após a suada vitória sobre o lanterna América-MG, quarta-feira, no Pacaembu (veja vídeo ao lado), o treinador deixou aberta a possibilidade de mudar o sistema para pegar o Atlético-PR, domingo, às 16h, em Curitiba. A troca pode alçar Alex para a vaga de titular. Jorge Henrique, Emerson ou Willian deve sair.

- Não vou dizer nem que sim e nem que não. A equipe mostrou que pode jogar de uma forma diferente. Ainda vou pensar ? afirmou.

A colocação de um outro armador ganhou força nas últimas três rodadas, principalmente no revés frente ao Cruzeiro. Diante do América-MG, o Timão sofreu com a marcação adversária no primeiro tempo, principalmente sobre Danilo. Na etapa final, com Alex na vaga de Willian, o Alvinegro conseguiu segurar mais a bola no campo de ataque, além de ter um poder maior de organização.

- Eu acredito em repetição e a equipe vai criando alternativas. No primeiro tempo, aceleramos demais e ficamos desorganizados. No segundo, não demos chance para o América-MG jogar no contra-ataque, como foi no primeiro ? ressaltou.

Alex, aliás, aguarda ansiosamente por uma nova oportunidade. O meia, que cobrou a falta que resultou no gol de Paulinho, foi titular somente duas vezes (contra Atlético-GO e Internacional) nos oito jogos que participou desde que chegou ao clube.

- Minha situação como reserva é com o Tite. Não tem como falar que fico satisfeito, mas tenho que respeitar o grupo. Venho me encontrando cada vez melhor, com mais confiança. Fisicamente, me sinto bem adaptado. O restante vai melhorando cada vez mais ? disse o armador.

Mesmo esperando por uma nova oportunidade de ser titular, Alex prega um discurso humilde para evitar atrito.

- Paciência tenho que ter para benefício do grupo. Ninguém vai estar satisfeito fora. Hoje, sou eu que estou nessa situação. Amanhã, será outro que precisará ter a mesma consciência para o ambiente ser positivo. Para ser campeão tem de lidar com o grupo. Vou tentando colocar uma dúvida não só para jogar. Quero entrar e ajudar o Corinthians. Ajudando, você vai cavando sua vaga para entrar depois ? finalizou.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com