Técnico Tite isenta Júlio César de culpa por falha no segundo gol

Apesar da perda do título, Tite foi confirmado no cargo pelo presidente do Corinthians, Andres Sanchez.

Após a falha do goleiro Júlio César no segundo gol do Santos na partida disputada na Vila Belmiro, neste domingo, pela final do Campeonato Paulista, o técnico Tite preferiu não polemizar e tirou o peso das costas do jogador.



No lance, ocorrido aos 38min da segunda etapa, Neymar chutou cruzado e fraco, mas Júlio César não conseguiu segurar uma bola teoricamente fácil. "Você não pode apontar ninguém como culpado, o futebol não tem herói, nem vilão", afirmou o treinador.

Apesar da perda do título, Tite foi confirmado no cargo pelo presidente do Corinthians, Andres Sanchez. O treinador ressaltou que a equipe está em reconstrução. "Sei o quanto o grupo trabalhou, está doendo para todo corintiano, para minha família. Quero mastigar meu veneno, engolir as coisas que eu vi. Foi um grupo que se remodelou e está se reconstruindo".

Mesmo com a derrota, o técnico encontra pontos positivos na atuação do time nas duas partidas da final. A diferença no nível de entrosamento das duas equipes foi apontada por Tite como a principal vantagem do Santos.

"Foram 180 minutos bastante equilibrados. O Santos teve competência, parabéns a eles. No primeiro jogo, não conseguimos vencer. No segundo tempo daqui [na Vila Belmiro], nós equilibramos o jogo. Eles têm esse time há dois anos. Nós estamos aqui, mesmo sendo montados há menos tempo e chegamos na final", disse.

Fonte: Folha.com