Thiago Pereira cansa, fica com bronze e não iguala Hoyama

Thiago Pereira cansa, fica com bronze e não iguala Hoyama

Com o tempo de 2min13s58, Thiago Pereira ficou com a terceira posição na competição

O nadador brasileiro Thiago Pereira conquistou mais uma medalha nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara nesta terça-feira, ao ficar em terceiro na prova dos 200 m peito realizada no Complexo Aquático Scotiabank. Contudo, desta vez o atleta ficou com o bronze e perdeu a chance de igualar o mesatenista Hugo Hoyama, recordista de ouros do Brasil na história do Pan.

Com o tempo de 2min13s58, Thiago Pereira ficou com a terceira posição na competição, apesar de ter liderado todo o início da prova. Ele só foi ultrapassado no final pelo americano Sean Robert Mahoney, que fez 2min11s62 e conquistou o triunfo nos últimos 50 m. A prata ficou com Christopher Burckle, com o tempo de 2min12s60.

O brasileiro Tales Cerdeira, por sua vez, ficou com o quinto posto na classificação final e fez o tempo de 2min17s84, tendo apenas o canadense Warren Barnes - com 2min16s87 - à sua frente, além do trio que subiu ao pódio. Completaram a prova o colombiano Jorge Mario Murillo, o canadense Ashton Baumann e o portorriquenho Eladio Carrion.

Thiago Pereira já possui nove ouros na história do Pan, seis deles no do Rio de Janeiro, em 2007, nas provas de 200 m e 400 m medley, 200 m costas, 200 m peito, 4x100 m e 4x200 m livre. Agora, na edição 2011 da competição, ele já venceu nos 100 m costas, 400 m medley e ainda estava na equipe do revezamento 4x100 m.

Hugo Hoyama, por sua vez, possui 10 ouros nos Jogos Pan-Americanos - ele venceu, nesta segunda, seu décimo na prova por equipes. O mesatenista também faturou no Rio, em 2007, na disputa por equipes; em Santo Domingo, 2003, nas duplas; além de outras três vezes em Mar del Plata, 1995, nas modalidades duplas, equipe e individual, as mesmas que lhe renderam outros três ouros em Havana, 1991. O outro foi em Indianápolis, em 1987, também por equipes.

Fonte: Terra