Corinthians e São Paulo travam batalha de ofertas por Montillo

Corinthians e São Paulo travam batalha de ofertas por Montillo

Inimigos declarados nos últimos anos, Corinthians e São Paulo travam agora uma batalha nos bastidores pelo meia Montillo, do Cruzeiro

Inimigos declarados nos últimos anos, Corinthians e São Paulo travam agora uma batalha nos bastidores pelo meia Montillo, do Cruzeiro. Confiante em resolver a negociação antes do fim de 2011, o Timão garante que não teme o assédio tricolor sobre os mineiros, mas não descarta aumentar a oferta para não perder o jogador a um de seus principais rivais.

A diretoria da Raposa divulgou na última segunda-feira que o São Paulo ofereceu ? 10 milhões (R$ 24,3 milhões) mais três jogadores emprestados ? menos Rogério Ceni, Lucas e Luis Fabiano. O clube mineiro, porém, segue irredutível e não abre mão de receber ? 15 milhões (R$ 36,4 milhões).

- O interesse do São Paulo não nos preocupa. É normal outros clubes terem interesse em um grande jogador. Confiamos em nós e na vontade do Montillo de jogar aqui - afirmou o presidente interino Roberto de Andrade, que já acertou as bases salariais com o empresário Sergio Irigoitia.

Apesar da confiança, o Corinthians pode subir a proposta pelo armador. O Timão insiste em contratá-lo por ? 8 milhões (R$ 19,3 milhões), valor recusado pelos mineiros. Os paulistas querem forçar ao máximo a ?queda de braço? até o Cruzeiro aceitar o montante pela necessidade de buscar bons reforços no mercado.

- Tudo vai depender. Vamos aguardar essa semana para ver como a conversa caminha - ressaltou o dirigente.

O Corinthians conta com duas partes interessadas em fechar o negócio. A primeira, o próprio Montillo. O jogador entende que terá mais visibilidade em São Paulo, principalmente pela classificação do Timão para a Taça Libertadores ? o Tricolor paulista disputará apenas a Copa do Brasil. Em visita ao CT Joaquim Grava, o agente do argentino deixou tudo acerto com o clube, restando a liberação do Cruzeiro.

Outro aliado é o banco BMG, dono de 20% dos direitos do meio-campista. O grupo gostaria de efetuar a transação já que Montillo atingiu 27 anos e dificilmente será negociado com o exterior por um valor maior. Além disso, a empresa, que estampa sua marca na camisa cruzeirense, tem interesse em patrocinar o Timão a partir do Campeonato Brasileiro. Convencer a Raposa a vender o jogador seria fundamental para ganhar força na negociação publicitária.

Fonte: GloboEsporte