Timão leva virada do Cerro e perde a primeira na Libertadores

Corinthians sai na frente na etapa inicial, mas faz péssima atuação

Quarenta e cinco minutos foram suficientes para acabar com a invencibilidade do Corinthians na Taça Libertadores. Depois de abrir vantagem no primeiro tempo, o Timão perdeu a cabeça na etapa final. Jogar mal não foi o bastante. A equipe dirigida por Tite se descontrolou, teve André e Rodriguinho expulsos e foi engolida pelo Cerro Porteño. A vitória dos paraguaios por 3 a 2 embola a disputa pelas duas vagas no Grupo 8.

O Corinthians não teve uma atuação segura desde os primeiros minutos. O Timão foi perigoso no ataque, mas deu espaços em demasia na defesa. Díaz, o melhor jogador do Cerro, entortou a defesa e só não marcou graças a um milagre de Cássio. Do outro lado, Anthony Silva não segurou a falta batida por Lucca e deu a bola nos pés de André, que marcou pela primeira vez na Libertadores.

O jogo se transformou no segundo tempo. O Cerro concentrou seus ataques pelo lado direito e contou com a péssima atuação de Uendel. Beltrán empatou aos três e André foi expulso aos seis após levantar demais o pé e acertar o rosto de Bonet. Era o que os paraguaios precisavam virar com Díaz, aos 29, e ampliar com Beltrán outra vez, aos 37. Giovanni Augusto, de pênalti, descontou, aos 42, mas o Timão já não tinha forças para reagir.



Fonte: Com informações do Globoesporte