Tite lamenta má fase do time, mas aprova atuação do Corinthians

"Se estivéssemos em uma fase um pouquinho melhor, teríamos vencido", disse.

O técnico do Corinthians, Tite, lamentou as chances perdidas, mas aprovou a atuação de sua equipe no empate com o Atlético-PR (1 a 1), neste domingo, em Curitiba. "Nós criamos, tivemos volume. Mas o goleiro deles estava em uma tarde extraordinária. Quando não deu defesa, deu poste [trave]", declarou ontem após a partida.



"Se estivéssemos em uma fase um pouquinho melhor, teríamos vencido", disse.

Tite também destacou o poder de reação do Corinthians, que saiu perdendo, mas buscou o empate.

"O time absorveu o resultado negativo, absorveu sair atrás. Fizemos um belo jogo, fomos consistentes, botamos volume. Saio com um gostinho amargo, mas fico feliz pela maneira com que reagimos depois de dois resultados ruins", disse o treinador.

Entre os jogadores, as principais críticas ficaram em cima das condições do gramado da Arena da Baixada e da atuação do árbitro Francisco Carlos Nascimento.

"Não toquei em nada, nem no jogador nem na bola. Então eu acho que não foi pênalti", disse o lateral Welder, sobre o lance com Madson.

"Aqui é difícil jogar. A gente criou chances de vencer, mas não vencemos. O campo nos prejudicou mais ainda", completou o meia Alex.

No clássico de quarta-feira, na Vila Belmiro, o Corinthians não terá Jorge Henrique e Ralf, suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

O volante Ralf já não jogaria, já que foi convocado para a seleção brasileira, que enfrenta a Alemanha em amistoso no mesmo dia.

Emerson e Moradei devem ser os escolhidos por Tite para substituir os desfalcados.

Fonte: Folha.com