Tite quer Pato preparado para atuar em qualquer das posições de ataque

Atuação como pivô, no lugar de Guerrero, amplia possibilidades do atacante para brigar por uma vaga entre os titulares do Corinthians

Alexandre Pato já atuou em três posições diferentes no ataque do Corinthians. Vice-artilheiro da equipe nesta temporada, com 10 gols marcados, o jogador ainda não conseguiu se firmar na formação titular ? mesmo tendo sido contratado como principal reforço para esta temporada, por R$ 40 milhões, do Milan, da Itália. Satisfeito com a versatilidade do atacante, o técnico Tite ressaltou a adaptação do camisa 7 ao grupo do Timão.


Tite quer Pato preparado para atuar em  qualquer posição do ataque do Corinthians

No último domingo, Pato atuou como pivô, no lugar de Paolo Guerrero. Isolado como referência dentro da área, marcou, de cabeça, o único gol do Corinthians, no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, em Curitiba. Duas semanas antes, no mesmo esquema 4-2-3-1, ele havia atuado aberto pela ponta esquerda, e balançado as redes duas vezes na vitória por 2 a 0 sobre o Bahia. A exigência de Tite é clara: que o atacante se acostume a atuar em todas as possibilidades no setor ofensivo.

A melhor fase de Alexandre Pato no clube foi durante a primeira fase da Taça Libertadores da América. À época, o atacante mandou Emerson para o banco de reservas atuando no esquema 4-4-2, ao lado de Guerrero, com mais liberdade de sair para o jogo e fazer valer sua principal característica: a velocidade. Porém, pequenos problemas físicos do camisa 7 deram espaço para que o Sheik retomasse sua vaga.

Hoje, o técnico Tite vê seu principal reforço de 2013 em processo de evolução. Após pedir pessoalmente a Pato que ele fosse mais combativo, liberando-o para fazer mais faltas e tomar mais cartões, o comandante se animou pela capacidade de adaptação do atacante. Além do gol marcado contra o Atlético-PR, como pivô, em uma função que ele mal foi testado durante toda sua carreira, o atacante ainda teve outra chance clara de dar a vitória ao Timão, mas perdeu cara a cara com o goleiro adversário.

? Contra o Bahia, ele (Pato) atuou na linha de três, pelo lado, e fez dois gols. É importante ter um preparo para todas as possibilidades. Nosso grupo é assim ? avaliou Tite.

Dos atacantes do Corinthians, Pato é o segundo que mais entrou em campo nesta temporada, ao lado de Paolo Guerrero. Com 31 jogos disputados, ele perde apenas para Romarinho, que entrou em campo 37 vezes, mas tem menos gols: fez sete, contra 10 do concorrente.

Emerson Sheik entrou em campo 30 vezes no ano com a camisa alvinegra. Além das principais peças, Tite ainda conta com os jovens Léo e Paulo Victor e com o chinês Zizao para o ataque.

O setor ofensivo vem sendo um dos principais alvos de críticas do Timão na reta inicial do Campeonato Brasileiro. Com desempenho instável - hoje a equipe ocupa a 13ª colocação, com dez pontos ganhos - os alvinegros marcaram seis gols em oito partidas disputadas. O único time com pior retrospecto no ataque é o Náutico, que balançou as redes apenas quatro vezes.

Fonte: GloboEsporte