Tite quer renovar com Corinthians e desconversa sobre o Inter de Milão

Treinador nega ter recebido proposta oficial do clube italiano e afirma que sua meta é seguir no Corinthians em 2014

O técnico Tite chegou ao Corinthians no final de 2010 para tentar ganhar o Campeonato Brasileiro. Mas faltando poucas rodadas para acabar o torneio, não deu para evitar o título do Fluminense.


Tite quer renovar com Corinthians e desconversa sobre o Inter de Milão

Logo no começo de 2011, sofreu uma eliminação traumática na Libertadores, diante do Tolima, da Colômbia, ainda na fase preliminar, mas isso não impediu o treinador de continuar no clube. Com essa manutenção, ele fez história. Ganhou a tão sonhada Libertadores, de forma invicta, em 2012, e depois o campeonato mundial. O ótimo trabalho começa a dar frutos e ser reconhecido fora do Brasil. Na última semana, o treinador viu seu nome ser especulado para assumir o comando do Internazionale de Milão.

Em entrevista ao programa "Bem, Amigos!", ele titubeou antes de responder se havia ou não recebido um convite. A princípio, buscou fugir da resposta. Depois, afirmou que não havia recebido proposta oficial, deixando claro, que os dirigentes italianos também não conversaram com seu empresário, Gilmar Veloz.

- Eu não tive nenhum contato com algum diretor e não abro essa possibilidade - afirmou.

Antes do programa, o treinador disse que seu principal objetivo é cumprir o contrato, que vence no fim deste ano.

- E depois receber o convite do Corinthians para permanecer em 2014. Por que não resolver isso agora? Porque as pessoas têm de olhar para trás, ver a qualidade do trabalho, ver que ainda não ?virou o fio? e dá para continuar - afirmou.

Apesar de já ter conquistado os títulos mais importantes do futebol à frente do Corinthians e de deixar claro que o período ideal para um técnico ficar no comando de um time é de três anos (tempo que será completado no fim de 2013), o treinador quer repetir os seus feitos. Treinar um time europeu ou comandar a seleção brasileira está nos seus planos, mas tudo tem que ser feito da forma mais natural possível, de acordo com Tite.

- Grandes trabalhos abrem muitas possibilidades. O que eu não faço é ficar forçando a barra.

Nas duas últimas janelas de transferência, o time italiano quis levar o volante alvinegro Paulinho, mas o camisa 8 preferiu ficar no Corinthians. Com Tite no Inter, a tarefa ficaria mais fácil? Tite apenas sorriu.

- Não falo sobre hipóteses - resumiu.

O Corinthians já manifestou interesse em renovar o vínculo com Tite. O atacante Emerson Sheik já entrou na onda e também pediu a permanência de Tite.

Agora Tite quer focar no seu compromisso pelas oitavas de final da competição. O Corinthians vai repetir o confronto que decidiu a competição continental em 2012 e vai enfrentar o Boca Juniors. O jogo de ida acontece dia 1º de maio, na Argentina, e a partida de volta, dia 15 de maio, no Pacaembu.

Fonte: sporttv.com