"Todo poderoso" em clássicos, Corinthians quer títulos

Última derrota para rivais do Estado aconteceu em fevereiro de 2010, pelo Paulistão

O refrão ?ô, ô, ô, todo poderoso Timão?, entoado pela grande massa corintiana sempre que o Alvinegro entra em campo, reflete com exatidão o momento que a equipe atravessa em duelos diretos contra os principais rivais do Estado.

Desde o dia 28 de fevereiro de 2010, quando foi derrotado pelo Santos por 2 a 1, o Alvinegro disputou mais nove clássicos, acumulando um impressionante aproveitamento de 92,6% dos pontos, com oito vitórias e um empate.

Em 2010, ano em que foi celebrado o centenário do clube, o Alvinegro começou bem, batendo o Palmeiras por 1 a 0. Tropeçou contra o Santos em fevereiro e, desde então, tornou-se imbatível, acumulando duas vitórias sobre o Peixe (4 a 2 e 3 a 2), três sobre o São Paulo (2 a 0, 3 a 0 e 4 a 3) e uma sobre o Palmeiras, por 1 a 0, além de um empate por 1 a 1 contra a equipe de Palestra Itália.

O excepcional retrospecto, que rompeu as barreiras de 2011 com mais duas vitórias (1 a 0 sobre o Palmeiras e 3 a 1 sobre o Santos) ainda não foi suficiente para levar novos troféus à sala do Parque São Jorge.

O último título conquistado pelo Corinthians foi o Paulista de 2009, de forma invicta, sobre o Santos na grande decisão, com atuações inesquecíveis de Ronaldo, uma vitória (3 a 1) e um empate (1 a 1).

Depois de bater o próprio Santos, pela terceira vez desde então, neste domingo (20), no Pacaembu, a preocupação do técnico Tite passou a ser exatamente essa. O técnico quer colocar um ponto final no estigma que insiste em acompanhar o time desde que a série de êxitos teve início.

- Esse grupo venceu quase todos os clássicos que disputou. Tenho que valorizar o grande jogo que fizemos contra o Santos em um período de ajuste de time. Estamos tentando ajustar a equipe, encontrar o equilíbrio, mas precisamos de mais sequência para isso.

Mesmo ainda ressentido pela única derrota que sofreu desde que reassumiu o comando do Corinthians, no fim do ano passado (para o Tolima, da Colômbia, pela Pré-Libertadores), Tite mostrou confiança em ver a equipe fechar 2011 com uma taça.

- Estou há 19 jogos no Corinthians, e o retrospecto é bom. Perdemos o jogo errado, o que dói na alma e serve como experiência, mas temos um bom grupo.

Atualmente na terceira posição do Paulistão, com 19 pontos, um atrás do Palmeiras, o Corinthians terá mais uma chance para continuar como todo poderoso nos clássicos, dia 27 de março, contra o São Paulo, no Morumbi.

Mais do que vencer novamente o arquirrival, para o qual não perde há quatro anos, o atacante Dentinho quer continuar nos postos mais altos da tabela, para levar de volta ao Parque São Jorge a taça de campeão estadual que escapou no ano passado.

- Estamos entrosando, deixando o time redondinho. Isso é importante para conquistar o título paulista, chegar com tudo no Brasileiro e conquistar uma vaga para a Libertadores novamente.

Fonte: R7, www.r7.com