Torcedor que atirou banana em Daniel Alves empartida é detido na Espanha

David Campayo Lleo, de 26 anos, é funcionário do Villarreal e pode pegar até três anos de prisão por ato racista durante o confronto contra o Barcelon

A Polícia Nacional da Espanha anunciou na manhã desta quarta-feira que o torcedor do Villarreal que atirou uma banana em Daniel Alves no último domingo foi detido. Trata-se de David Campayo Lleo, um funcionário do clube, de 26 anos, que já havia sido identificado pela diretoria anteriormente e foi conduzido até a delegacia na noite da última terça.

Pelo ato durante a partida entra Barcelona e Villarreal, David pode pegar de um a três anos de prisão, como prevê o código penal da Espanha no artigo 510, que cita "incitação a discriminação, ao ódio e à violência contra grupos ou associações, por motivos racistas, antissemitas ou outros referentes a ideologia".

De acordo com a imprensa espanhola, o funcionário do clube se mostrou arrependido pelo ato, que acabou ganhando grande repercussão depois que Daniel Alves comeu a banana atirada e ganhou o apoio de companheiros através das redes sociais. David já havia sido identificado pelo Villarreal e foi proibido de entrar no estádio do clube para sempre. Além disso, naturalmente, foi sacado do cargo que ocupava nas categorias de base da equipe.

- Apuramos as responsabilidades e colocamos o autor nas mãos da polícia e da Justiça, além de tê-lo expulsado como sócio para o resto da vida. Agora trata-se de um tema policial, e acreditamos que não devemos ir mais além. É um tema que a Justiça decidirá - afirmou o presidente do Villarreal, Fernando Roig.

Fonte: GloboEsporte