Torcedores do Flamengo depredam cadeiras e banheiros no Engenhão após clássico

Nos três banheiros, a destruição e a sujeira eram grandes

Cadeiras quebradas e banheiros completamente destruídos. Este foi o saldo que a diretoria do Botafogo contabilizou após o clássico contra Flamengo, na noite deste domingo, no estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão. Duas horas depois do apito final, a reportagem do GLOBOESPORTE.COM teve acesso ao local no Setor Sul e registrou todo o ato de vandalismo cometido por alguns torcedores rubro-negros.







Nos três banheiros, a destruição e a sujeira eram grandes. Tampas de vaso arrancadas, espelhos quebrados e urina pelo chão chamavam a atenção de quem entrava no local. Funcionários do Engenhão não tinham noção do prejuízo do Alvinegro após a partida. Segundo eles, apenas o setor de patrimônio poderia passar os valores corretamente.

Na arquibancada, o visual não era diferente. Cadeiras arrancadas, amassadas e muita sujeira por todos os lados. A projeção é de que foram destruídos de 70 a 100 assentos. Pelos cálculos da diretoria, cada modelo custa cerca de R$ 60. Com isso, o prejuízo pelos atos de vandalismo no setor chegaria a cerca de R$ 6 mil.

Logo após a descoberta da destruição, dirigentes alvinegros foram ao Juizado Especial Criminal (Jecrim), localizado no sexto andar do Engenhão, e registraram a ocorrência. A expectativa é que a diretoria do Flamengo seja responsabilizada pelo incidente.

Em campo, o Rubro-Negro venceu o Alvinegro por 1 a 0, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os rubro-negros seguem sonhando com uma vaga na Taça Libertadores e também com o título da competição. Os alvinegros não conseguiram deixar a zona de rebaixamento, e a situação do time ficou mais complicada a sete rodadas do fim do Brasileirão.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com