Torcedores do Fla protestam e chamam presidente de "fantoche"

Torcedores do Fla protestam e chamam presidente de "fantoche"

Por volta das 19h, os torcedores chegaram com faixas e tambores, cantando músicas de ordem.

Um protesto aconteceu na noite desta terça-feira na Gávea. Cerca de 50 torcedores foram até a porta da sede do Flamengo para fazer cobranças à diretoria. O clube chegou a reforçar a segurança, e a Polícia Militar foi chamada ao local.

Por volta das 19h, os torcedores chegaram com faixas e tambores, cantando músicas de ordem. O diretor executivo Paulo Pelaipe foi um dos alvos. O outro era o presidente Eduardo Bandeira de Mello:

?Bandeira, fala pra mim, como é ser fantoche do Wallim?, gritam os torcedores, com laranjas na mão para fazer alusão ao papel do presidente diante do vice de futebol, Wallim Vasconcellos.

Na sede, os conselheiros apreciavam e votavam um contrato com uma empresa de seguro de vida. Impedidos de entrar no clube, os torcedores então se dirigiram ao estacionamento da Gávea. A tensão tomou conta.

No estacionamento, um dos seguranças particulares da diretoria se envolveu em uma discussão com conselheiros, e chegou a ameaçar sacar uma arma, mas foi contido. A Polícia Militar chegou e o caso seria encaminhado a delegacia do bairro, mas houve entendimento. O segurança alegou ser inspetor da polícia civil.





Fonte: Extra