Torcida do Flamengo é atacada antes de jogo em Curitiba

Foram surpreendidos por um grupo de cerca de 15 pessoas munidas de pedaços de madeira e tijolos

Integrantes de uma torcida organizada do Coritiba depredaram a sede da "embaixada" rubro-negra em Curitiba, na noite deste sábado, véspera do jogo entre Coxa e Flamengo, no Couto Pereira, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Após receberem os jogadores do time carioca no Aeroporto Internacional Afonso Pena, flamenguistas que moram na capital paranaense se reuniram em um ponto de encontro localizado no bairro de Cristo Rei e foram surpreendidos por um grupo de cerca de 15 pessoas munidas de pedaços de madeira e tijolos. Dois torcedores estão feridos - um com pancada no olho e o outro, na nuca. Eles não querem ser identificados, pois temem represálias.

Dono do estabelecimento, chamado de ?Casa do Urubu?, João Batista Machado, de 57 anos, explicou o episódio.

- Estávamos fazendo um churrasco para celebrar a presença do Flamengo na cidade, conversando, com uma bandeira pendurada, e, de repente, entraram uns 15 caras da torcida do Coritiba. Copos e garrafas começaram a voar para todo lado. Até tijolo jogaram. Quebraram a lanchonete e apavoraram mesmo. Acertaram os rapazes. Foi uma coisa feia. Estou chocado. A gente fica até sem saber o que fazer.

Segundo o proprietário do local, não é a primeira vez que esse tipo de agressão acontece, e há possibilidade de os flamenguistas do Paraná abrirem mão de sua sede.

- Da outra vez que o Flamengo veio jogar com o Coxa foi a mesma coisa. Jogaram bombas, foguetes e um monte de coisas. Fizemos a ocorrência, mas não deu em nada. Eles sempre avisam que não vão deixar a torcida do Fla se criar em Curitiba. Só a torcida do Coxa faz isso. Estou pensando seriamente em abrir mão do local. Não aguento mais.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com