Torcida do São Paulo faz protesto no CT

Torcida do São Paulo faz protesto no CT

Integrantes da maior facção organizada são-paulina foram recebidos pelo gerente de futebol do clube

A paciência da torcida do São Paulo com a má fase da equipe na temporada se esgotou. Depois da derrota deste domingo por 3 a 0 para o Corinthians, no Pacaembu, alguns torcedores organizados foram até o CT da Barra Funda, nesta segunda-feira, para pedir explicações à diretoria e aos jogadores.

Cerca de 30 torcedores uniformizados, em sua maioria integrantes da maior facção organizada são-paulina, levaram quatro faixas e tiveram permissão para protestar da arquibancada do CT depois de alguns policiais militares e seguranças do clube controlarem a situação do lado de fora do local.

Oito dos integrantes da torcida foram recebidos pelo gerente de futebol do clube, José Carlos dos Santos. A diretoria garante que a conversa foi pacífica e que os torcedores demonstraram intenção de colaborar para que a situação adversa, especialmente no Campeonato Brasileiro, seja contornada.

Quatro atletas do elenco foram ao encontro da parte da torcida que seguiu na arquibancada do CT. O zagueiro Alex Silva, os volantes Jean e Cléber Santana e o lateral esquerdo Júnior César conversaram do outro lado da grade, ao lado do assessor de imprensa e escoltados por seguranças do clube.

"Eles apresentaram a mesma insatisfação de todos nós. Temos que respeitar os torcedores. Muitos deles vieram com propósito de apoiar para que essa situação seja revertida. Claro que alguns descontroles acontecem", disse o vice-presidente de futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

O elenco são-paulino se reapresentou para os trabalhos às 15h30 (horário de Brasília) desta segunda-feira. O técnico interino Sérgio Baresi comandou as atividades normalmente no gramado do CT, e a diretoria garante que ele estará à frente da equipe no jogo desta quarta-feira contra o Vasco, no Morumbi.

Fonte: IG