Trabalho de Dunga na Seleção Brasileira atinge rejeição recorde, diz pesquisa

Trabalho de Dunga na Seleção Brasileira atinge rejeição recorde, diz pesquisa

Antes, a maior rejeição havia sido em novembro de 2008

A derrota para a Holanda causou muito mais do que a eliminação do Brasil na última Copa do Mundo. Segundo a pesquisa Datafolha, divulgada nesta terça-feira pelo jornal Folha de S. Paulo, o revés fez com que a popularidade de Dunga despencasse. Antes da partida contra os holandeses, o trabalho feito pelo treinador era avaliado como ótimo ou bom por 69% dos entrevistados. Hoje, apenas 29% mantêm a avaliação positiva. Além disso, 36% dos brasileiros aponta o trabalho de Dunga como ruim ou péssimo, contra apenas 3% durante o Mundial.

Este é o recorde negativo da "era Dunga" na Seleção. Antes, a maior rejeição havia sido em novembro de 2008, três meses depois da derrota nos Jogos Olímpicos. Na pesquisa Datafolha, 10.905 pessoas foram entrevistadas em 379 municípios do Brasil, o que mostra a queda de popularidade de Dunga. Nem mesmo o Sul do País, região em que nasceu, perdoou o fracasso do capitão do tetra. O índice de aprovação, segundo o jornal, ficou em 33% - antes, atingia 73%.

Fonte: Terra, www.terra.com.br