Trave para Atlético-GO, Vasco vence por 1 a 0 e assume vice-liderança do Brasileirão

Trave para Atlético-GO, Vasco vence por 1 a 0 e assume vice-liderança do Brasileirão

O Vasco abriu o marcador no primeiro lance de perigo

O Vasco contou com o empate entre os rivais Botafogo e Fluminense para assumir a vice-liderança do Campeonato Brasileiro na noite deste domingo, em São Januário. A equipe derrotou o lanterna Atlético-GO por 1 a 0, em duelo pela nona rodada da competição, com gol contra do zagueiro Gabriel. E o grande responsável pelo resultado foi a trave, que impediu dois tentos do time goiano.

O Vasco abriu o marcador no primeiro lance de perigo. Aos 13min, Juninho Pernambucano cobrou falta na área, Alecsandro desviou de cabeça e a bola bateu no zagueiro Gabriel antes de entrar para o fundo das redes. Único clube que ainda não ganhou nesta edição do Brasileiro, o Atlético pressionou no segundo tempo, mas esbarrou duas vezes trave. Primeiro com o atacante Felipe, aos 7min do segundo tempo, e por último com o zagueiro Gilson, aos 28min.

Com os três pontos conquistados neste domingo em casa, o Vasco ultrapassou o Fluminense e assumiu a segunda colocação da competição com 20 pontos. Agora, o clube está dois pontos atrás do líder Atlético-MG. O próximo confronto será contra o quinto colocado São Paulo, quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no Estádio do Morumbi.

Já o Atlético-GO continua cada vez mais isolado na última posição do Campeonato Brasileiro. Sem vencer, a equipe somou apenas dois pontos nos noves jogos disputados. Na quinta-feira, o time goiano busca a primeira vitória contra o Figueirense, às 21h (de Brasília), no Serra Dourada.

O jogo

O Atlético-GO não veio com o ferrolho divulgado pelo técnico interino Jairo Araújo e o Vasco encontrou dificuldades nos primeiros minutos de partida. Mas nada que evitasse que a equipe abrisse o marcador aos 13min. Juninho Pernambucano cobrou falta para a área, Alecsandro desviou de cabeça e a bola bateu no zagueiro Gabriel e entrou para o fundo das redes. O árbitro gaúcho Márcio Chagas da Silva deu gol contra do defensor do time goiano.

O segundo gol da equipe carioca esteve perto de acontecer aos 17min. Juninho Pernambucano cobrou falta frontal no colocado no canto e o goleiro Márcio se esticou para fazer grande defesa e espalmar para escanteio. Mesmo sem apresentar um grande futebol, o Vasco continuou mandando na partida e William Barbio se aproveitou de falha na marcação adversária e finalizar para defesa com os pés de Márcio.

Sem muita criatividade, o time visitante teve como melhor lance um duplo chapéu aplicado por Bida, em Felipe e na sequência no zagueiro Dedé. O primeiro lance de perigo aconteceu aos 45min. Joilson fez grande passe para para o lateral Marcos, que avançou por dentro, cortou a marcação e arrematou para boa defesa de Fernando Prass por cima do gol vascaíno.

O panorama mudou no segundo tempo e o Atlético-GO passou a pressionar os donos da casa em busca do gol de empate em São Januário. Felipe teve a primeira oportunidade aos 3min, mas Fernando Prass saiu bem do gol e travou o atacante adversário. Quatro minutos depois, o time goiano teve a melhor chance, novamente com Felipe.

O atacante recebeu lançamento ganhou no corpo de Dedé, tirou a marcação de Douglas e finalizou em cima de Dedé, que se recuperou no lance. O próprio jogador atleticano aproveitou a sobra e acertou o travessão em chute forte dentro da área. Aos 9min, Wesley finalizou forte e a bola passou muito perto da meta defendida por Fernando Prass.

O time goiano continuou pressionando e viu mais uma vez o empate esbarrar na trave. Joilson fez grande lançamento para a área. Aos 28min, o zagueiro Gilson dominou e finalizou na saída de Fernando Prass. A última chance aconteceu aos 48min. Gilson desviou após cabeçada de Vanderlei e Fernando Prass evitou o empate em cima da linha.

Ficha técnica

VASCO 1 X 0 ATLÉTICO-GO

Gol

VASCO: Gabriel - contra -, aos 13min do primeiro tempo

VASCO: Fernando Prass, Max (Diego Rosa), Dedé, Douglas e Thiago Feltri (Willian Matheus); Nilton, Juninho, Felipe e Diego Souza; William Barbio (Carlos Alberto) e Alecsandro

Treinador: Cristovão Borges

ATLÉTICO-GO: Márcio; Marcos, Gilson, Gabriel e Eron; Pituca (Ernandes), Marino, Joilson e Bida (Vanderlei); Wesley (Diogo Campos) e Felipe

Treinador: Jairo Araújo

Cartões amarelos

VASCO: William Barbio, Dedé e Felipe

ATLÉTICO-GO: Marcos, Eron, Pituca e Diogo Campos

Publico

6.526 pagantes

Renda

R$ 204.730

Árbitro

Márcio Chagas da Silva (RS)

Local

Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Terra