Vaiado, Flamengo apenas empata com surpreendente Horizonte

Para evitar uma eliminação vexatória, o Flamengo precisa vencer ou empatar acima de dois gols

Depois do pênalti perdido no último domingo contra o Macaé, que valeu ao Flamengo a liderança na Taça Rio, Ronaldinho voltou a decepcionar nesta quarta-feira. No jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o time carioca decepciono e saiu de campo vaiado do Engenhão após empatar em 1 a 1 com o surpreendente Horizonte.

Para evitar uma eliminação vexatória, o Flamengo precisa vencer ou empatar acima de dois gols no jogo de volta que acontecerá na próxima quarta-feira, na cidade de Horizonte. O time cearense avança com um empate sem gols. Quem passar do confronto enfrenta Ceará ou Grêmio Prudente nas quartas de final.

Antes do jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, as equipes voltam a campo por seus respectivos estaduais. No domingo, o Fla encara o Fluminense pela semifinal da Taça Rio, às 16h (de Brasília), no Engenhão. Já o Horizonte vai enfrentar o Tiradentes em busca de se firmar no G-4 do segundo turno.



O jogo

Insatisfeito com Rodrigo Alvim e Egídio, o técnico Vanderlei Luxemburgo voltou a escalar o meia Renato na lateral esquerda para o jogo contra o Horizonte. Como abriu um lugar no meio-campo da equipe, o treinador decidiu atender os pedidos da torcida e deu uma chance para o jovem Negueba.

Sem dificuldades, o Flamengo aproveitou bem a movimentação dos atacantes, que caíram sempre pelo lado direito do ataque. Logo no primeiro minuto, Thiago Neves recebeu passe de Willians dentro da área, ajeitou e finalizou. A bola passou por cima do gol adversário. Dois minutos depois, Ronaldinho cobrou falta na área, David Braz escorou na segunda trave, a bola passou pelo goleiro, mas a zaga afastou o lance.

O Horizonte não se fechou no campo de defesa, mas como não conseguia chegar com perigo no ataque, deixou espaços abertos para a movimentação do trio Negueba, Ronaldinho e Thiago Neves, que transitavam no campo de ataque sem ser incomodados pelos marcadores. Aos 11min, Negueba recebeu passe na entrada da área, mas chutou fraco para defesa do goleiro Alex.

O time carioca voltou a ameaçar pelo lado direito de ataque. Aos 13min, Wanderley recebeu passe dentro da área, ajeitou para o pé esquerdo e arriscou. A bola bateu na rede pelo lado de fora e parte da torcida no Engenhão gritou gol. A pressão flamenguista aumentava e o Fla acertou o travessão adversário aos 16min. Em cobrança de falta, Ronaldinho rolou a bola para o lado e Léo Moura arrematou. A bola explodiu na trave.

Depois de tanto pressionar, o Flamengo abriu o marcador no Engenhão aos 17min. Wanderley recebeu passe na marca do pênalti, girou para cima do marcador e finalizou. A bola acertou o ângulo direito do gol defendido por Alex. Em vantagem, o time carioca passou a tocar a bola no campo de ataque para esperar um descuido do Horizonte.

Os espaços no campo adversário eram tantos que até Willians apareceu com perigo na área adversária. Aos 28min, o volante recebeu passe, tirou o marcador ajeitando para finalizar. O goleiro Alex quase não conseguiu segurar, desviou na bola que parou na trave. Três minutos depois, Wanderley escapou pelo lado esquerdo e tocou para Ronaldinho na área, mas o camisa 10 se jogou e recebeu cartão amarelo do árbitro Wagner Reway, para revolta da torcida no Engenhão.

Com o Flamengo no campo de ataque, o Horizonte passou a aproveitar os contra-ataques. Aos 33min, Ederson arriscou de longa distância e quase surpreendeu o goleiro Felipe, que defendeu. No minuto seguinte, o time cearense voltou a ameaçar de fora da área. Na entrada da área, Siloé recebeu passe a ajeitou para Júnior Cearense chutar forte. O arqueiro do Flamengo se esticou e espalmou para o lado.

Depois de tanto aproveitar os espaços, o time visitante surpreende e chegou ao gol de empate aos 38min. Em rápido contra-ataque, Siloé avançou até a área com a marcação de David Braz, tentou cortar o zagueiro com uma finta e foi atropelado pelo defensor flamenguista com o árbitro apontando para a marca do cal sem exitar. O volante Elanardo bateu o pênalti forte no meio do gol e fez o gol do Horizonte.

Após Ronaldinho cobrar falta em cima da barreira, aos 41min, a torcida começou a vaiar a atuação do Flamengo, que ainda chegou bem três minutos depois. O camisa 10 cruzou e Wanderley desviou. O goleiro Alex se esticou e fez boa defesa no canto.

No intervalo, Luxemburgo sacou o volante chileno Maldonado e colocou Rodrigo Alvim em campo, desfazendo a alteração antes da partida, com Renato sendo puxado para o meio. O Flamengo passou a jogar pelos lados e chegou com menos de cinco minutos três vezes pelas laterais. Mas os cruzamentos pararam na zaga do time cearense.

O Flamengo passou a abusar dos cruzamentos na área e bolas paradas. Aos 7min, Renato cobrou falta da meia direita com muita violência. A bola vai no canto e Alex se esticou para fazer boa defesa e espalmar para o escanteio.

Com o time da casa partindo para a pressão, o Horizonte soube aproveitar bem os contra-ataques para assustar a frágil defesa do Flamengo. Principalmente com Siloé, que causou pânico para David Braz e Welinton. Os cearenses quase ampliaram aos 13min. Elanardo cobrou escanteio fechado e quase que a bola encobriu Felipe, entrando direto para o gol.

Pressionado pela torcida, o Flamengo se enervou em campo e não conseguiu chegar com perigo ao gol defendido por Alex. Já o Horizonte, passou a se defender para manter o bom placar. Novamente em cobrança de falta, Renato arriscou aos 40min, mas o chute passou por cima do gol.

No minuto seguinte, Ronaldinho perdeu duas oportunidades de gol na pequena área. Fierro, que entrou no lugar de Willians, fez jogada pela direita e cruzou para o camisa 10, com a zaga afastando. O chileno aproveitou o rebote e tocou novamente para Ronaldinho, que finalizou por cima do gol.

Ainda sobrou tempo para Régis, que entrou na etapa final, ser expulso após cometer falta em Diego Maurício e receber o segundo amarelo. Insatisfeita, a pouca torcida vaiou a equipe no final do jogo.

FICHA TÉCNICA

Flamengo 1 x 1 Horizonte

Gols:

Flamengo: Wanderley aos 17min do 1º tempo

Horizonte: Elanardo aos 34min do 1º tempo

Flamengo

Felipe; Léo Moura, Welinton, David Braz e Renato; Maldonado (Rodrigo Alvim) e Willians (Fierro); Negueba (Diego Maurício), Thiago Neves e Ronaldinho; Wanderley

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Horizonte

Alex; Ederson (Régis), Douglas, Carlinhos e Júnior Cearense; Elanardo, Valter, Hércules (Da Silva) e Isaac; Diego Palhinha (Jack Chan) e Siloé

Técnico: Roberto Carlos

Cartões Amarelos

Flamengo: Maldonado, Ronaldinho, David Braz, Willians, Thiago Neves, Welinton e Diego Maurício

Horizonte: Valter, Alex, Régis e Douglas

Cartão Vermelho

Horizonte: Régis

Árbitro

Wagner Reway (MT)

Público

6.809 pagantes

Local

Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Terra, www.terra.com.br