Vascainos celebram título de campeão da Série B em pizzaria na Barra da Tijuca

Logo que chegou à pizzaria, Dinamite comentou a situação do técnico Dorival Júnior

Quando Roberto Dinamite chegou, o local já estava cheio, mas a presença do presidente do Vasco marcou o início da comemoração do título do Campeonato Brasileiro da Série B, em festa que aconteceu numa pizzaria localizada na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, após a vitória por 2 a 1 sobre o América-RN, no Maracanã. A festa começou nas primeiras horas deste sábado e foi marcada pelo tradicional grito de ?Casaca? na chegada do ídolo cruzmaltino.

Logo que chegou à pizzaria, Dinamite comentou a situação do técnico Dorival Júnior. Para o presidente vascaíno, a primeira meta do clube para a temporada 2010 é a permanência do comandante.

- Vamos trabalhar e fazer de tudo para que ele permaneça na próxima temporada. Já em um primeiro momento, Dorival tinha propostas de grandes clubes da Série A. Ele apostou nesse projeto e ficou aqui conosco ? afirmou o presidente.

Torcedor do Vasco, o proprietário da pizzaria ofereceu o espaço para a comemoração dos vascaínos, que encheram o local. Acompanhados de seus familiares, os jogadores foram chegando aos poucos. Tiago, Fernando e Nilton foram os primeiros a marcar presença, seguidos pelo técnico Dorival Júnior. O grupo tinha à sua disposição uma área reservada, como uma área VIP. Carlos Alberto, o mais assediado, apareceu quase às 3h. Em seguida, o DJ parou a música para que houvesse um novo grito de "Casaca", dessa vez puxado pelo lateral-esquerdo Ramon.

Taça improvisada ganha destaque na festa >/b>

Embora informal, a taça que foi levada ao gramado do Maracanã após a vitória sobre o América-RN teve lugar especial na festa vascaína. Ela já fazia parte da galeria de São Januário e foi escolhida para que a conquista fosse marcada. Roberto Dinamite e Dorival Júnior posaram para fotos ao lado dela, que também foi decorada com uma faixa de campeão. O troféu oficial será entregue ao Vasco na festa promovida pela CBF no dia 7 de dezembro.

Por volta das 3h a festa ganhou novo ânimo quando Carlos Alberto chegou cercado por torcedores. O grito de "Casaca" foi puxado assim que o meia entrou na pizzaria. Logo depois, o lateral-esquerdo Ramon, que ainda pertence ao Internacional, puxou novamente o mesmo coro, emplgado com a conquista.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com