Vasco cai diante do Olaria e tem tabu de quase 40 anos quebrado

A torcida do Vasco ganhou mais um motivo para a sua falta de paciência com o time.

A torcida do Vasco ganhou mais um motivo para a sua falta de paciência com o time. Neste sábado à noite, em Volta Redonda, o time cruzmaltino foi derrotado pelo Olaria por 1 a 0 e corre o risco de perder a segunda posição do Grupo B da Taça Rio.

Com o resultado (o segundo revés seguido na Taça Rio), o Vasco viu encerrar uma soberania de 39 anos sem ser derrotado pelo Olaria. Além disso, o time alvinegro é, neste Campeonato Carioca, o único grande a ser derrotado por um dos pequenos.

A três rodada do fim da Taça Rio, o Vasco ainda é o segundo colocado do Grupo B, mas pode ser ultrapassado por América e Macaé, que jogam no domingo contra Boavista e Americano. Já o Olaria sobe para a sexta colocação do Grupo A e embola a briga dos pequenos para tentar ficar nas duas primeiras posições.

Com vaias para a cada erro cometido, o Vasco começou melhor mas acabou sentindo o único gol da partida, marcado por Cacá, aos 12min do primeiro tempo. No lance de contra-ataque, Aleílson levou dois jogadores do Vasco para a área e cruzou para Cacá, sozinho, empurrar para a rede.

Abatido, o Vasco não teve condições de reagir. Aliás esteve mais próximo de tomar o segundo gol do que empatar conforme o jogo seguia. E foi o que aconteceu, mas a arbitragem invalidou o segundo gol de Cacá após definir que o chute do atacante não passou pela linha do gol. A anulação revoltou o técnico do Olaria, Dé Aranha, que "se expulsou" e deixou o gramado antes do término da partida.

Descontrolado, o Vasco ainda teve um jogador expulso (Souza, aos 45min, por entrada violenta em um adversário) e viu a torcida fazer mais um protesto por conta da atuação do time. Dodô, que entrou no decorrer da partida, ainda foi xingado por parte dos torcedores que viajaram até Volta Redonda.

Fonte: Terra