Vasco e Flu empatam diante de 80 mil

O time tricolor, que agora soma 12 partidas de invencibilidade, segue na liderança do Brasileiro

Os torcedores que lotaram o Maracanã neste domingo (80.080 presentes, recorde de público do Campeonato Brasileiro) foram premiados com um clássico emocionante entre Vasco e Fluminense. No fim, o empate por 2 a 2 foi justo para as duas equipes, que mantêm as suas sequências positivas na temporada.

O time tricolor, que agora soma 12 partidas de invencibilidade, segue na liderança do Brasileiro, mas agora tem apenas dois pontos de vantagem (33 a 31) em relação ao segundo colocado Corinthians, que bateu o São Paulo. Já o Vasco chega ao nono jogo sem perder e aparece na nona posição, com 21 pontos.



Maior contratação do Fluminense, o meia Deco entrou aos 29min do segundo tempo e passou em branco. Gum abriu o placar para a equipe de Muricy Ramalho, Éder Luis empatou e Fágner virou para o time cruz-maltino. Julio Cesar deixou tudo igual.

Arrasador. Assim foi o início de jogo do Fluminense. O líder do Brasileiro encurralou o rival, atacando principalmente pelas laterais, e precisou de apenas seis minutos para abrir o placar: Conca bateu escanteio, Gum cabeceou e Fernando Prass, com a camisa 112 em homenagem ao aniversário do clube cruz-maltino, defendeu. Porém, o próprio zagueiro tricolor aproveitou o rebote e estufou as redes. O Fluminense seguiu em ritmo forte e quase ampliou aos 11min - Conca parou em defesa de Prass.



Foi só a partir dos 20min que o Vasco conseguiu tomar mais iniciativa, mas o adversário se defendia bem e não dava espaços. Aos 27min, o time de PC Gusmão enfim levantou sua torcida. Felipe recebeu de Carlos Alberto, de volta ao time titular, e chutou com perigo. O empate viria dez minutos depois, com Éder Luis, que recebeu do camisa 19 e bateu na saída de Fernando Henrique.

O segundo tempo começou em ritmo alucinante. Após cruzamento da direita, Washington errou a bola, que sobrou para Julio Cesar. O lateral chutou e Prass fez mais uma bela defesa. Um minuto depois, em rápido contra-ataque, Carlos Alberto deu grande passe para Fágner marcar seu primeiro gol no campeonato.

O duelo continuou aberto após a virada vascaína, mas o time cruz-maltino só cedeu o empate graças a uma falha clamorosa de sua defesa. Felipe tentou sair driblando na área e foi desarmado por Emerson. O atacante chutou cruzado, Zé Roberto bobeou e Julio Cesar concluiu para as redes aos 14min.

Na parte final do duelo, o Fluminense teve mais volume, mas não conseguiu a virada. Deco, que entrou aos 29min no lugar de Diguinho, teve a chance de virar herói logo na estreia, mas chutou para fora quase da pequena áre aaos 40min. Nos acréscimos, Carlos Alberto chutou cruzado e desperdiçou a última chance do ótimo jogo no Maracanã, que agora fecha para as obras da Copa do Mundo de 2014.



Fonte: Terra, www.terra.com.br