Vasco e Libertad se enfrentam em meio a clima tenso nesta noite

Vasco e Libertad se enfrentam em meio a clima tenso nesta noite

Equipe cruz-maltina faz último jogo em São Januário na primeira fase podendo se tornar líder

O Vasco entra em campo, nesta quarta-feira, contra o Libertad-PAR em clima de decisão. Uma vitória contra os paraguaios iguala a pontuação das duas equipes, que passariam a dividir a liderança do Grupo 5, e deixa bem encaminhada a classificação para as oitavas de final. Porém, um tropeço no último jogo em casa na primeira fase pode deixar o clube carioca em situação complicada, já que teria a obrigação de vencer seus dois jogos fora - Alianza Lima-PER e Nacional-URU, para ter chances de avançar.

Além disso, o clima que envolve a partida é de muita tensão, provocada pela polêmica sobre atitudes racistas que a torcida do Libertad teria cometido contra Dedé e Renato Silva no confronto da semana passada, em Assunção. O duelo tem início às 22h (horário de Brasília) e será disputado em São Januário.

O Libertad desembarcou no Rio na terça-feira com o discurso de que o Vasco não informou ao clube qualquer incidente e, por isso, nenhuma atitude foi tomada. Eles procuraram minimizar o caso, dizendo que vieram ao Brasil apenas para jogar futebol.

Com quatro pontos, o Vasco ocupa a segunda posição do grupo. O Libertad, com sete, é o líder, mas pode perder o posto justamente para o Gigante da Colina, que, em caso de vitória, iguala a pontuação dos paraguaios, mas pode os ultrapassar no saldo de gols (hoje, o Vasco tem saldo 0 e o Libertad, 4).

Vasco: Cristóvão não quis divulgar a equipe que vai a campo nesta quarta, mas o treinador deixou claro que pretende contar, nem que seja como opção para o segundo tempo, com os recém-recuperados Rômulo, Allan e Eder Luis. Juninho, que jogou no domingo, também vai atuar. O Vasco deve ir a campo com: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri; Nilton, Eduardo Costa (Rômulo), Juninho (Allan) e Felipe; Willian Barbio (Eder Luis) e Alecsandro.

Libertad: Pressionado por bons resultados, Burruchaga não fará mudanças drásticas em relação ao time que empatou em 1 a 1 com o Vasco, em Assunção, na semana passada. A provável escalação será formada por Muñoz, Bonet, Bizera (Bareiro), Benegas e Samudio; Aquino, Cáceres, Santana e Civelli; Gamarra e Menéndez.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com