Vasco empata com Corinthians e segue em 2º lugar

Vasco empata com Corinthians e segue em 2º lugar

Com a empate em São Januário - o segundo seguido sem gols -, o Corinthians ampliou a sequência invicta no Campeonato Brasileiro

No reencontro após o duelo pelas quartas de final Copa Libertadores, Vasco e Corinthians igualaram o placar do jogo de ida no Rio de Janeiro e empataram por 0 a 0 neste domingo, em São Januário, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado impede o time carioca de assumir a liderança da competição, já que o primeiro colocado Atlético-MG teve o jogo contra o Flamengo adiado.

Com a empate em São Januário - o segundo seguido sem gols -, o Corinthians ampliou a sequência invicta no Campeonato Brasileiro para seis partidas, com três vitórias e três igualdades. Mesmo assim, a equipe permanece em nono lugar da Série A com 17 pontos. Para encurtar a diferença para o bloco de times que brigam por vaga na Libertadores, os comandados de Tite recebem o vice-lanterna Atlético-GO, quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Pacaembu.

O Vasco também a série de partidas sem derrota para oito com o resultado deste domingo em São Januário. Assim, a equipe carioca não aproveitou o adiamento do jogo entre o líder Atlético-MG com o Flamengo e permanece na segunda posição com 31 pontos, mas apenas dois a frente do rival Fluminense. O próximo adversário será o ameaçado Sport na quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Ilha do Retiro.

A partida marcou o reencontro entre os times após o duelo válido pelas quartas de final da Copa Libertadores. Na ocasião, os times empataram sem gols em São Januário e a equipe paulista ganhou a volta por 1 a 0 no Pacaembu com um gol de Paulinho aos 42min do segundo tempo, avançando à semifinal e posteriormente conquistando o título da competição continental. Ano passado, Corinthians e Vasco disputaram o título brasileiro até a rodada final, com nova vantagem para o clube de Parque São Jorge.

O jogo

Ao contrário das expectativas, o Corinthians não se fechou na defesa e tocou bola no campo de ataque e teve as melhores chances de gol no primeiro tempo. Com muitas faltas sofridas na intermediária, a equipe paulista assustou os donos da casa com bolças alçadas à área. Na mais perigosa, aos 13min, Douglas levantou a bola em cobrança de falta, Fernando Prass cortou mal para o meio da área. Romarinho aproveitou o rebote e arrematou para o gol, mas o zagueiro Douglas desviou de cabeça no meio do caminho.

Sem conseguir penetrar na bem armada defesa corintiana e sem conseguir faltas perto da área para a bola parada de Juninho Pernambucano, o Vasco abusou dos cruzamentos, todos bem cortados pelos defensores do time paulista. Para colocar o goleiro Cássio para trabalhar, o lateral esquerdo William Matheus passou na raça por três adversários, entrou na área e finalizou para fácil defesa do arqueiro corintiano.

Apostando bem nos contra-ataques, os visitantes continuaram mais perigosos até o final do primeiro tempo. Aos 38min, Romarinho recebeu passe de Danilo e finalizou fraco para defesa de Fernando Prass. Mas a grande chance aconteceu aos 44min. Jorge Henrique carregou pelo lado direito e fez lançamento de três dedos para a área. A bola foi na medida para Douglas, que cabeceou para o chão, a bola quicou e saiu por cima do gol.

O Corinthians continuou melhor no segundo tempo e pressionou nos minutos iniciais em São Januário. Criticado por Mano Menezes no início da semana, Ralf demonstrou habilidade e colocou Fernando Prass para trabalhar. Aos 9min, o volante - chamado de limitado pelo treinador da Seleção Brasileira - fintou o marcador e arriscou de fora da área. O goleiro espalmou, Jorge Henrique aproveitou o rebote e arrematou para grande defesa do camisa 1 vascaíno, mas o auxiliar Roberto Braatz marcou equivocadamente impedimento.

O técnico Cristovão Borges respondeu a pressão com as entradas de Felipe e do equatoriano Tenório nos lugares de Carlos Alberto e Eder Luis. As trocas deram certo e o Vasco melhorou na partida. Em tabela feito pelos dois jogadores, o atacante recebeu passe na cara do gol, mas finalizou para defesa do goleiro Cássio, aos 30min. Três minutos depois, William Matheus recebeu passe nas costas da marcação e tentou por cobertura na saída do camisa 12 corintiano, mas o lance saiu para fora.

Fonte: Terra