Vasco goleia o Grêmio com show de Diego Sousa

Vasco goleia o Grêmio com show de Diego Sousa

Diego Souza comanda goleada sobre o Grêmio

O Vasco teve uma atuação digna de líder neste sábado e, pela segunda vez neste Campeonato Brasileiro, ocupa a primeira colocação da tabela. Jogando em São Januário, o Cruz-Maltino goleou o Grêmio por 4 a 0, em noite de grande atuação de Diego Souza. O meia fez um gol e participou de outros dois, marcados por Eder Luis e Fagner. Elton anotou o outro gol vascaíno na partida, válida pela 24ª rodada.

Com o resultado, o Vasco chegou a 45 pontos, um a mais que o São Paulo, que também neste sábado derrotou o Ceará por 4 a 0. Com 43 pontos aparece o Corinthians, que joga neste domingo contra o Santos e pode retomar a ponta. A última vez que o Vasco havia assumido a liderança tinha sido na segunda rodada.

O Grêmio, por sua vez, teve freada sua arrancada. O time vinha de três vitórias seguidas e estacionou nos 30 pontos, na 12ª colocação. O Imortal volta a campo na próxima quinta-feira, contra o Botafogo, no Olímpico. No mesmo dia, o Vasco recebe o Atlético-GO, em São Januário.

Vasco marca no início

Ainda sem Juninho, que viajou à França para resolver problemas particulares, o Vasco teve Fellipe Bastos formando o miolo do meio-campo, junto a Eduardo Costa e Rômulo. Eder Luis e Diego Souza jogaram abertos pelas pontas, com Elton de referência na área. No time do Grêmio, Rochemback e Fernando ficaram encarregados da marcação no meio. Douglas foi o homem de criação, com Marquinhos e Escudero atuando mais abertos. André Dias foi o centroavante.

Embalado pela torcida que esgotou os ingressos em São Januário (foram 16.014 pagantes, para uma renda de R$ 19.757,00), o Vasco começou em cima do Grêmio e só precisou de três minutos para abrir o placar. Eder Luis foi ao fundo pela direita e cruzou rasteiro para área. Elton se antecipou e desviou a bola no primeiro pau, sem chances para Victor.

O gol no início não desconcentrou a equipe gremista, que tentou empatar logo nos minutos seguintes. André Dias esteve perto de conseguir, em cabeçada aos oito minutos que saiu por pouco. Aos 10, Escudero foi lançado, entrou na área vascaína perseguido por Dedé e foi ao chão. A arbitragem entendeu que não houve infração e mandou o jogo seguir. Àquela altura, Dedé já tinha cartão amarelo (foi o terceiro, o zagueiro desfalca o Vasco na próxima rodada).

Diego Souza comanda o show

Aos poucos, o ímpeto do Grêmio diminuiu. O Vasco controlou melhor as ações e o jogo ficou com poucos lances de perigo. A partir dos 25, com a subida de produção de Diego Souza, o Vasco voltou a dar as cartas. Aos 30, o time esteve perto de ampliar sua vantagem, mas Elton concluiu mal. Aos 33, entretanto, a não houve perdão. Fellipe Bastos fez lançamento para Diego Souza, que deu lindo drible em Edcarlos antes de fuzilar Victor: 2 a 0.

No segundo tempo, o Vasco repetiu o expediente do primeiro. O time partiu para cima nos minutos iniciais e não demorou a achar o caminho do gol. Aos 3 minutos, Diego Souza fez belo lançamento para Fagner, livre na ponta direita. O lateral dominou com estilo e cruzou na medida para Eder Luis escorar para a rede.

O técnico Celso Roth ainda tentou dar novo gás ao time do Grêmio, ao promover as entradas de Adilson e Leandro (saíram Douglas e Escudero). Pouco adiantou. Com Diego Souza inspirado, foi o Vasco quem voltou a marcar. Aos 16, o camisa 10 recebeu bola na área de Fagner, protegeu e devolveu limpa para o lateral, que bateu firme e fez o quarto gol vascaíno.

Ainda faltava quase meia hora para o fim do jogo, mas o clima de festa tomou conta da Colina Histórica. Até o técnico Cristóvão Borges, que está no cargo por conta do problema de saúde de Ricardo Gomes, teve o nome gritado. Por outro lado, o Grêmio tratou de se cuidar para não levar mais gols. À beira do campo, o técnico Celso Roth gritava "não tem mais jogo, não tem mais jogo" a seus jogadores.

O ritmo, de fato, caiu. O Vasco tratou de trocar passes e, vez por outra, tentar uma jogada de ataque. No Grêmio, Roth ainda lançou Gabriel no lugar de Fernando, mas o time não conseguiu criar nada muito relevante. A partir dos 30, Cristóvão também tratou de movimentar suas peças. Bernardo entrou no lugar de Elton, depois foi a vez de Leandro substituiu Eder Luis. Por fim, Diego Souza saiu muito aplaudido para a entrada de Allan. Festa completa em São Januário.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com