Vasco já vive o efeito Diego Souza após bela estreia

Vasco já vive o efeito Diego Souza após bela estreia

Entrada do camisa 10 deixa o time mais solto e mexe com o astral dos jogadores

Nem o mais otimista dos vascaínos poderia imaginar a mudança positiva que a entrada de Diego Souza traria ao time. Na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, o que se viu foi um Vasco mais confiante, com tranquilidade nos momentos difíceis e muita disposição do início ao fim. Além do técnico Ricardo Gomes, que elogiou muito o posicionamento da equipe e a atuação de seu camisa 10, os próprios companheiros reconheceram a importância de Diego (veja ao lado um vídeo com as jogadas do meia).

Foi o caso de Dedé. O zagueiro afirmou que o meia-atacante já está completamente adaptado grupo vascaíno. Para Dedé, a vontade mostrada por Diego na semana de treinamentos foi contagiante.

- Todos viram como ele queria essa vitória. O ânimo dele foi bom demais para o grupo. Parece até que ele está com a gente desde o primeiro dia do ano. O Diego Souza já está completamente adaptado e mereceu não só a boa atuação como o gol marcado - afirmou.

Ricardo Gomes concorda com seu defensor. Segundo o treinador, jogadores como Diego Souza e Felipe, além de jogarem bem, fazem os outros subirem de produção. Ele chama este fator de "liderança técnica".

- Isso vem em função da qualidade individual de cada um. O Diego foi muito bem. A sua qualidade fez ele segurar bem a bola na frente e isso influenciou no desempenho de todos. O Felipe mesmo, por exemplo, teve mais liberdade. A sua entrada no time nos fez um bem enorme - confirmou.

Mostrando muita humildade, Diego Souza retribuiu as palavras de carinho e afirmou que só pensa no bem do grupo. O camisa 10 considerou fundamental estrear com uma vitória para que o trabalho possa fluir sem problemas. Ele espera melhorar ainda mais com o decorrer dos treinos e dos jogos.

- Vou sempre procurar ajudar meus companheiros. O entrosamento com eles hoje é praticamente zero e sempre disse que o que faria a diferença mesmo era a vontade e a determinação. Foi o que aconteceu. Mas vamos manter o pé no chão porque temos muito pela frente ainda. A vitória é para ser comemorada, mas temos outro clássico complicado contra o Fluminense pela frente - projetou Diego Souza.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com