Vasco vacila e cede empate de 2 a 2 ao Bonsucesso

Escalado sem força total, mas com três atacantes, o Vasco abriu o placar com apenas 2min

Depois de fazer grande campanha e ser vice-campeão da Taça Guanabara, o Vasco da Gama não iniciou bem a Taça Rio. O time até conseguiu começar bem o jogo contra o Bonsucesso, nesta quarta-feira, em São Januário, mas sofreu o empate no segundo tempo e ficou no 2 a 2 na estreia no segundo turno do Campeonato Carioca.

Escalado sem força total, mas com três atacantes, o Vasco abriu o placar com apenas 2min, mas depois se acomodou. Deu espaço para o Bonsucesso, que chegou com perigo, mas não conseguiu balançar as redes no primeiro tempo.

Com a entrada de Juninho Pernambucano no segundo tempo, o Vasco melhorou e até aumentou a vantagem, com Felipe. Mas Diogo e Marco Goiano marcaram para o Bonsucesso e empataram a partida na sequência. A igualdade esquentou a partida, mas não saíram mais gols até o final.

O segundo jogo do Vasco na Taça Rio será contra o Olaria, no sábado. Um dia depois, o Bonsucesso receberá o Bangu. Os dois times precisam conquistar o segundo turno para disputarem o título do Campeonato Carioca contra o Fluminense, campeão da Taça Guanabara.

O jogo

O Vasco não demorou para superar a defesa do Bonsucesso. Aos 2min, Fágner tabelou na ponta direita e cruzou rasteiro para Alecsandro. O centroavante estava sozinho na pequena área, inclusive em posição duvidosa, mas não quis saber de impedimento e só empurrou a bola para as redes.

O gol foi validado, mas o bom começo do Vasco parou por aí, pois a defesa passou a dar espaço para que o Bonsucesso chegasse. O time visitante passou a ter mais posse de bola e criou a melhor chance aos 29min. Jefferson chutou da meia-lua e deu trabalho para Fernando Press. Pelo menos o contra-ataque funcionou em seguida e por pouco Thiago Feltri não fez o dele.

Depois do intervalo, o Vasco voltou melhor para o jogo e foi o primeiro a criar uma grande chance. Aos 11min, Juninho, que tinha saído do banco de reservas, recebeu bom passe de Feltri e chutou, mas Saulo defendeu. Logo depois, porém, a finalização foi melhor. Juninho foi lançado na esquerda, dentro da área, e tocou para trás. Felipe apareceu para marcar o segundo gol vascaíno.

Mas a festa vascaína durou pouco tempo. Aos 18min, Diogo cobrou falta da direita e tentou o cruzamento. A bola não desviou em ninguém, mas foi para o gol, surpreendendo Prass, que só viu ela entrar e o Bonsucesso comemorar. O gol de empate saiu aos 25min: após jogada pela esquerda, Arthur recebeu a bola na área e só rolou para Marco Goiano marcar.

O gol esquentou a partida e os times passaram a atuar abertos. Primeiro, aos 27min, Barbio teve duas chances na cara do goleiro, mas não conseguiu converter. Depois, o Bonsucesso assustou também, quando Juninho acertou cruzamento para Diogo, que finalizou para fora. Na sequência, Jefferson, do Bonsucesso, foi expulso aos 41min e a pressão vascaína durou até o final, mas de forma desorganizada e sem chances de gol.

Ficha técnica

VASCO 2 x 2 BONSUCESSO

Gols

VASCO:

Alecsandro, aos 2min do 1º tempo; Felipe, aos 13min do 2º tempo

BONSUCESSO:

Diogo, aos 18min do 1º tempo; Marco Goiano, aos 25min do 2º tempo

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Renato Silva, Rodolfo e Thiago Feltri; Eduardo Costa, Fellipe Bastos (Nilton) e Felipe (Diego Souza); William Barbio, Alecsandro e Carlos Tenorio (Juninho Pernambucano)

Treinador: Cristóvão Borges

BONSUCESSO: Saulo; Felipe, Admilton, Artur e Dieguinho (Antônio Carlos); Ricardo Bóvio (Ferreira), Márcio Guerreiro, Juninho e Marco Goiano (Vinícius); Diogo e Jefferson

Treinador: Marcão

Cartões amarelos

VASCO: Fagner e Alecsandro

BONSUCESSO: Dieguinho, Márcio Guerreiro, Juninho, Marco Goiano e Vinícius

Cartão vermelho

BONSUCESSO: Jefferson

Árbitro

Eduardo Cordeiro Guimarães

Local

Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)


Vasco marca duas vezes, mas vacila e cede empate ao Bonsucesso

Fonte: Terra