Vasco perde para a Portuguesa

O ex-Flamengo Fellype Gabriel deu a vitória aos paulistas,

O resultado não mudou a vida do Vasco na Série B do Campeonato Brasileiro, mas num dia no qual apenas a festa da taça estava programada, a Portuguesa carimbou a faixa de campeão do time cruzmaltino ao vencer por 1 a 0, neste sábado, no Maracanã. O ex-Flamengo Fellype Gabriel deu a vitória aos paulistas, que apesar dos três pontos conquistados deixaram o Maracanã sem chances de voltar à elite, devido aos resultados de Guarani, Ceará e Atlético-GO.

Na última rodada, que acontece no próximo sábado, as duas equipes apenas cumprirão tabela. O Vasco vai a Minas Gerais enfrentar o Ipatinga, e a Portuguesa, que está na sexta posição, recebe o já rebaixado Campinense, no Canindé.

Sol, calor, título e acesso garantidos. Esses fatores determinaram a atuação do Vasco no primeiro tempo da partida. Assim, a equipe mostrava claramente um ritmo mais lento em relação às partidas anteriores, fazendo com a equipe pouco ameaçasse a Portuguesa. Mais interessado, pois entrara em campo ainda com chances de subir para a Série A, o time paulista era quem buscava o ataque.

Visivelmente desgastado, o Vasco apostava na troca de passes para chegar ao ataque, mas não mostrava articulação e coordenação suficientes para isso. Do outro lado, a Portuguesa tentava imprimir velocidade nos contra-ataques. No entanto, encontrava dificuldades em vencer a defesa cruzmaltina.

Diante de um jogo pouco movimentado, que deixou a torcida quase calada, o primeiro chute a gol do Vasco aconteceu aos 29 minutos do primeiro tempo, com Elton, que recebeu um passe de Fumagalli. Mas antes de chegar à meta de Muriel, a bola explodiu em Thiago Gomes.

Fellype Gabriel quebra monotonia e faz gol da vitória para a Lusa

Em sua primeira partida pela Série B, Tiago mostrou que não sentiu a inatividade, aparecendo bem em duas oportunidades, aos 37 e 42 minutos da primeira etapa. Na primeira, espalmou para for a um chute de Marco Antônio, de fora da área. Na segunda, mostrou reflexo numa tentativa de Héverton.

Nem mesmo o tempo de descanso foi capaz de dar novo gás ao Vasco, que voltou do intervalo mantendo seu ritmo lento, apesar da movimentação pedida por Dorival Júnior à beira do campo. Ainda mais inquieto, Vagner Benazzi, treinador da Portuguesa, se estimulava seus jogadores a aproveitar a falta de mobilidade do adversário.

E logo em seguida, a Portuguesa fez valer sua maior motivação, abrindo o placar aos 26 minutos, num bonito lance de Fellype Gabriel. Ele recebeu dentro da área, passou por dois marcadores e, dentro da grande área, chutou para fazer 1 a 0.

Apenas depois da desvantagem no placar o Vasco acelerou o ritmo, investindo em jogadas pelas pontas. A torcida, assim como aconteceu durante todo o Brasileiro, procurou incentivar a equipe, gritando "é campeão". No entanto, nem mesmo assim o time da casa conseguiu reunir forças para empatar.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com