Vasco terá psicóloga na preparação para jogo de domingo

O técnico Gaúcho admitiu que a pressão por resultados pode desestabilizar

No Vasco, jogadores, treinador, diretoria e torcida estão apreensivos em relação ao futuro da temporada que, assim como o jogo de domingo, tem sido capaz de provocar "palpitações" de preocupação.

A causa do problema são os maus resultados dentro de campo e as armadilhas fora dele, que são obstáculos difíceis de superar. Contra o Palmeiras, jogadores cometeram erros primários que foram além de apenas uma jogada infeliz.

O técnico Gaúcho admitiu que a pressão por resultados num clube que não vence um título de Primeira Divisão, há sete anos, pode desestabilizar. "A torcida estava ansiosa pelo retorno à Série A. O Vasco ainda não conseguiu títulos este ano, as coisas não aconteceram, e há ansiedade grande dentro do próprio elenco", disse.

Além de Gaúcho, quem tratará da ansiedade do grupo será a psicóloga Maria Helena Rodriguez, integrada ao futebol profissional no ano passado, durante instabilidade vivida no começo da Série B. Impossibilitada de conceder entrevistas, Maria Helena terá um novo desafio pela frente.

"Eu acho que o problema do Vasco é muito mais psicológico, é um problema na cabeça, na intranquilidade de alguns jogadores durante os jogos", disse o treinador.

Fonte: Terra