Em série invicta, Vasco vence o Ceará no Castelão por 2 a 0

Em série invicta, Vasco vence o Ceará no Castelão por 2 a 0

Vasco vence o Ceará, mantém série invicta e vê G-4 próximo

Em duelo que marcou o reencontro do técnico PC Gusmão com seu ex-time, o Vasco derrotou o Ceará neste sábado por 2 a 0, gols de Zé Roberto e Felippe Bastos, em pleno Estádio Castelão, chegou aos 26 pontos no Campeonato Brasileiro e ultrapassou o rival nordestino, que tem 25 e ficou em oitavo lugar. O time carioca agora é o sétimo e chegou a 11 jogos de invencibilidade.

Sem perder desde a parada para o Mundial da África do Sul, quando foi goleado pelo Santos por 4 a 0, o time do técnico PC Gusmão - que está invicto no Brasileiro, já que não sofreu derrotas no comando vascaíno e também no do time cearense - somou cinco vitórias e seis empates no período pós-Copa e soma mais de três meses sem perder.

Superior em toda a partida, a equipe vascaína chegou ao gol logo aos 6min do primeiro tempo. Carlos Alberto puxou o contra-ataque e virou para Éder Luís, que avançou e deu um belo passe para Zé Roberto marcar e abrir o placar em Fortaleza.

Após o gol, o time carioca recuou e passou a jogar nos contra-ataques. A partida ficou muito faltosa e truncada no meio de campo, com o Ceará mantendo a posse de bola e não conseguindo se livrar da forte marcação rival. Zé Roberto, Camilo e Kempes foram advertidos com o cartão amarelo e as duas equipes seguiram nervosas.

Chance de gol mesmo só aos 32min, quando Ernandes invadiu a área do Vasco e chutou levando perigo à meta do clube visitante. Três minutos depois, Kempes ajitou para João Marcos novamente ameaçar o gol de Fernando Prass.

O primeiro tempo chegou ao fim com o time carioca, que poderia ter tranquilamente ampliado o placar, tentando valorizar a posse de bola para segurar o resultado positivo.

Na etapa complementar, o Vasco foi para cima e, após finalização de Zé Roberto, Michel Alves foi obrigado a fazer uma ótima defesa.

O goleiro, aliás, seguiria defendendo com segurança. Primeiro, aos 9min, em chute de Éder Luis. No minuto seguinte, saiu em um cruzamento na área e novamente afastou o perigo da área cearense.

A continuidade do segundo tempo foi morna e ambas as equipes sofriam para produzir boas jogadas de ataque. Os técnicos tentavam mudar o esquema tático com substituições, como as entradas de Vandinho no lugar de Oziel, no Ceará, e de Jonathan na vaga de Zé Roberto, Fumagalli na do lesionado Carlos Alberto e Felippe Bastos no lugar de um cansado Éder Luis, do lado vascaíno.

O mesmo Bastos pediu a bola e cobrou uma falta aos 36min do segundo jogo. O chute, que parou na barreira, voltou para o atleta, que pegou o rebote e finalizou com precisão, aumentando o placar no Castelão.

Após o gol, a decepcionada torcida do time da casa imediatamente começou a deixar o estádio.

Com o triunfo, o time carioca alcançou os 26 pontos e é o sétimo colocado no torneio, um ponto a frente do rival cearense, que está na oitava posição.

Na próxima rodada, o Ceará encara o líder Fluminense, no Engen~hão, na quarta-feira, enquanto o Vasco enfrenta o Atlético-MG, em São Januário.

Fonte: Terra, www.terra.com.br