Veja os prós e contras dos seis candidatos ao cargo de técnico da seleção brasileira

Veja os prós e contras dos seis candidatos ao cargo de técnico da seleção brasileira

CBF promete anunciar novo comandante até o fim do mês de julho

Neste domingo (4), três dias após a eliminação do Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul, a CBF decidiu demitir o Dunga. Porém, a especulação sobre quem seria o novo treinador da seleção brasileira começou logo após a derrota por 2 a 1, de virada, para a Holanda, na sexta-feira (2).

Entre os mais cotados aparecem Luiz Felipe Scolari, Ricardo Gomes e Mano Menezes. Muricy Ramalho, Vanderlei Luxemburgo e Leonardo correm por fora na disputa.

Segundo o blogueiro Cosme Rímoli, Scolari é o preferido de Ricardo Teixeira, presidente da CBF. Último treinador campeão do mundo com o Brasil, na Copa de 2002, Felipão afirmou neste domingo que pretende cumprir o compromisso com o Palmeiras até o fim de 2012. Como o técnico ainda não assinou contrato, foi cogitada a hipótese de ele mudar de ideia e assumir a seleção brasileira.

No entanto, Felipão não nega a vontade de treinar o Brasil na Copa de 2014, que será realizada no país, mas garante que por enquanto só pensa no clube paulista.

- Depois que o meu próximo contrato estiver encerrado e, é claro, se houver o interesse de algum país, eu posso terminar a carreira em uma Copa. Seria maravilhoso. Agora, só posso pensar no Palmeiras.

Já Mano Menezes seria uma indicação do próprio presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, a Ricardo Teixeira. Sanchez foi o chefe da delegação brasileira na África do Sul, e, segundo Cosme Rímoli, gostaria de ver Mano no comando da seleção.

Outros nomes são especulados e ganham força à medida que se aproxima o próximo jogo do Brasil, contra os Estados Unidos, no dia 10 de agosto. A CBF promete anunciar o novo comandante até o final do mês de julho.

Fonte: R7, www.r7.com