Velhinho cai durante explosões em Boston, levanta e faz prova

Velhinho cai durante explosões em Boston, levanta e faz prova

Bill Iffrig, de 78 anos, sofreu apenas arranhões nos joelhos: ‘Depois de correr 42km você não vai parar’

Além das drásticas consequências, com no momento três mortos e mais de 140 feridos, o atentado durante a Maratona de Boston, nos Estados Unidos, deu também provas de superação. Próximo do fim do percurso, Bill Iffrig, um participante de 78 anos, chegou a cair com o impacto de uma das explosões, porém levantou-se e seguiu correndo até completar a prova.

Já em seu quarto no hotel, mas ainda sob o efeito do ocorrido, Iffrig, que sofreu apenas arranhões nos joelhos, contou o que sentiu após a detonação das bombas que o levaram ao chão.

- O choque com a explosão foi o único prejuízo. Foi apenas a metros de mim. Foi realmente muito alto ? revelou o determinado velhinho ao site Herald Net, explicando o porquê da decisão de, mesmo após o inimaginável susto, terminar maratona.

- Eu acabei em segundo na minha categoria. Depois que você corre 42km você não vai parar por aí ? disse Bill Iffrig, que completou o trajeto em 4 horas, 3 minutos, 47 segundos

De acordo com o site oficial da corrida, 131 brasileiros estavam inscritos em todas as categorias da prova de Boston, a mais antiga e uma das mais importantes do mundo. O Itamaraty afirmou que, por enquanto, não há registro de corredores do país entre as vítimas. Ao todo, 26.839 corredores participaram da competição.

As explosões aparentemente vieram de um pacote suspeito da arquibancada, mas ainda não se sabe de fato se foi um ataque terrorista.

Ambas ocorreram num intervalo de dez segundos, a poucos metros da linha de chegada - a primeira delas, quase em frente à Biblioteca Pública de Boston. Agentes federais se dirigiram ao local para iniciar a investigação. O incidente aconteceu às 14h45m (do horário de Boston), com 4h09m43s de prova. Os vencedores já haviam cruzado a linha de chegada há uma hora.

A prova feminina foi ganha pela atleta do Quênia, de 32 anos, Rita Jeptoo com 2h26m24s. Meseret Hailu (Etiópia) e Sharon Cherop (Quênia) com 2h26m58s e 2h27m01s foram segunda e terceira, respectivamente. Já a prova masculina ficou com Lelisa Desisa, da Etiópia, com o tempo de 2h10m22s, o segundo lugar foi de Micah Kogo (Quênia), enquanto Gebregziabher Gebremariam (Etiópia) foi o terceiro, com os tempos de 2h10m27s e 2h10m28s.

Fonte: GloboEsporte