Verdão aciona Luis Felipe na Justiça e tira lateral da concentração em Itu

Verdão aciona Luis Felipe na Justiça e tira lateral da concentração em Itu

Clube leva impasse por renovação contratual para o Tribunal Regional do Trabalho.

O impasse entre Luis Felipe e Palmeiras chegou aos tribunais. Decepcionada e irritada com a postura do lateral-direito na negociação para renovar seu contrato, a diretoria alviverde decidiu acionar o jogador na Justiça, por meio do Tribunal Regional do Trabalho. A informação é do jornal "Lance" e foi confirmada pelo GloboEsporte.com.

Após intimar Luis Felipe na Justiça, o Palmeiras afastou o lateral da concentração em Itu, no interior paulista, onde o elenco realiza a pré-temporada. O atleta vinha treinando com o elenco normalmente, mas retornou a São Paulo neste sábado após ser informado da decisão pelos dirigentes e passou a realizar atividades sozinho na Academia de Futebol. Antes disso, o diretor executivo José Carlos Brunoro já havia adiantado que ele não seria usado pelo técnico Gilson Kleina.

Intimado, o jogador procurou o escritório de Luiz Felipe Santoro, advogado do Corinthians, para fazer a sua defesa. Agora, ele e seus representantes estão confiantes por uma vitória nos tribunais.

O impasse entre Luis Felipe e Palmeiras ocorreu na metade do ano passado. Na ocasião, o Verdão pretendia prorrogar seu vínculo, válido até março, para dezembro, mas um funcionário já demitido digitou o número 2013, em vez de 2014 no documento. Assim, como a validade do novo contrato seria menor do que o que já estava em vigência, o acordo foi invalidado.

Após o erro, admitido publicamente por Brunoro, o Palmeiras chamou Luis Felipe para consertar o contrato e renovar novamente pelo salário anteriormente acordado, mas o atleta não aceitou. Por conta das boas atuações pelo Campeonato Brasileiro da Série B, o lateral pediu uma valorização. A situação deixou o presidente Paulo Nobre muito irritado e a promessa é de ir até as últimas instâncias para provar que o atleta se comprometeu a seguir no clube.

Apesar do erro na primeira página do documento, o Verdão alega que nas outras contêm o número correto da renovação. Ou seja, dezembro de 2014. Os representantes, por outro lado, não acreditam em uma derrota por conta disso. Toda essa situação, inclusive, já gerou xingamentos ao jogador por parte da torcida em uma rede social.

Em meio ao impasse com o Verdão, Luis Felipe acertou salários com o Benfica, de Portugal, e tem tudo fechado para se transferir. Kleina, inclusive, deu entrevista para uma rádio portuguesa confirmando a transação. Mas o atleta agora precisa resolver estas pendências antes de partir.

Recentemente, Luis Felipe concedeu entrevista e reclamou da postura da diretoria palmeirense. Logo em seguida, Nobre rebateu o jogador e foi duro.

- Infelizmente, não sei qual vai ser o desfecho do Luis Felipe. Na ficha que ele assinou renovando até o final de 2014, houve um erro de digitação. Colocaram dezembro de 2013, porque quando se gera essa ficha no programa da federação já vem com essa parte preenchida. Mas no mesmo documento há um lugar que prevê o salário dele de janeiro a dezembro de 2014. O Palmeiras não quer prejudicar ninguém, mas vai tentar fazer valer os seus direitos, porque caráter é algo que não se compra. Ou você tem, ou você não tem. O clube não pode ser o bonzinho da história e ser passado para trás - afirmou, em entrevista a Flávio Canuto, blogueiro do Verdão no GloboEsporte.com.

O clube, por fim, ainda estuda a possibilidade de usar o lateral como moeda de troca para contratar Alan Kardec, emprestado pelo mesmo Benfica até junho, definitivamente.

Fonte: Globo Esporte