Verdão tenta afiar sua pontaria para escapar da degola do rebaixamento

Durante a semana, o técnico Gilson Kleina fez questão de mostrar vídeos das partidas contra Náutico, Inter e Botafogo.

O discurso interno no Palmeiras é de tentar, ao máximo, repetir as últimas atuações. Pode parecer estranho, já que o time perdeu para o Inter, apenas empatou com o Botafogo e se afundou na zona de rebaixamento.


Verdão tenta afiar sua pontaria para escapar da degola do rebaixamento

Mas a avaliação é que a equipe tem jogado bem e criado chances de gol. Se perder para o Fluminense amanhã em Presidente Prudente e Portuguesa e Bahia vencerem na rodada, o Palmeiras estará na Série B em 2013.

"Contra o Botafogo, foi o jogo em que mais tivemos chances claras de gol", observou nesta sexta-feira o goleiro Bruno.

Nas contas da comissão técnica, foram seis oportunidades criadas em Araraquara, sem contar os dois gols de Barcos, artilheiro do time.

Durante a semana, o técnico Gilson Kleina fez questão de mostrar vídeos das partidas contra Náutico, Inter e Botafogo. Derrota nos dois primeiros (1 a 0 e 2 a 1) e empate por 2 a 2 no último. Nos três jogos, o resultado poderia ser outro se o aproveitamento fosse melhor.

"Contra o Botafogo, o Barcos tirou o goleiro, o gol ficou aberto, e o Márcio Azevedo, se não me engano, salvou na linha. Estamos criando, isso é positivo. Você pode falar que perdemos, empatamos, mas nosso time não está jogando mal", disse Bruno.

No entanto, não é o ataque o único problema que aflige a equipe palmeirense nesta reta final de Brasileiro.

"Temos que ter atenção também na defesa. Se ali atrás não sofrermos nenhum gol, o ataque deve resolver", ressaltou o goleiro do time.

MISTÉRIO

Gilson Kleina evitou realizar coletivos sob o olhar dos jornalistas. Fechou o trabalho de quinta-feira e, ontem, apenas liberou a entrada quando os jogadores já realizavam trabalho de alongamento, após o treino.

A tendência é que o time que começou jogando contra o Botafogo seja mantido. Leandro, que poderia ser a novidade no lugar de Juninho, apenas correu ao redor do gramado, já que está machucado. Não se sabe se o lateral esquerdo viaja a Prudente.

Outra opção seria a troca de Luan por Maikon Leite. Respostas, só neste domingo.

BARCOS FICA NO BRASIL

Via rede social, Barcos criticou nesta sexta-feira a imprensa argentina por ter publicado que ele deixaria o Brasil.

O goleador disse que não é ameaçado nem pretende sair do país, mas teme ameaças caso o time alviverde seja rebaixado.

A Promotoria do STJD deve denunciar o clube pela tentativa de invasão de campo dos torcedores no domingo passado. Se condenado, o time perderia mais mandos de jogo.

Fonte: Folha