Vettel é pole na Turquia, seguido por Button e Barrichello

Hamilton e Nelsinho foram eliminados na primeira parte do treino na Turquia

Com uma volta excelente com o cronômetro zerado, Sebastian Vettel roubou a pole de Jenson Button e sai na frente no GP da Turquia, que será disputado neste domingo. O alemão da RBR superou o líder do campeonato por 105 milésimos. O inglês da Brawn GP largará na segunda posição do grid.

Hamilton e Nelsinho são eliminados na primeira parte do treino

Lewis Hamilton, atual campeão mundial, não conseguiu passar da primeira parte do treino classificatório (Q1) pela segunda corrida consecutiva. O inglês da McLaren tinha errado no GP de Mônaco, quando bateu de traseira na curva Mirabeau e teve de trocar o câmbio, largando em último. Neste sábado, na Turquia, ele não cometeu falhas, mas sofreu com um carro muito nervoso e marcou apenas o 16º tempo.

Outro eliminado ainda no Q1 foi Nelsinho Piquet. O brasileiro da Renault rodou duas vezes em suas duas últimas tentativas de marcar um bom tempo. Na segunda delas, ele ficou atolado na caixa de brita e encerrou o treino. Na volta aos boxes, o piloto reclamou dos freios, que o teriam deixado na mão em ambas as saídas de pista.

- O carro teve problemas com o freio. No fim do primeiro jogo de pneus, o freio ficou longo, piorou e acabou. Aí, antes do treino chegar ao fim, eu saí da pista - diz Nelsinho, em entrevista ao repórter Carlos Gil, da Rede Globo.

Na segunda parte do treino (Q2), o destaque entre os eliminados foi Heikki Kovalainen, da McLaren. O finlandês, mais rápido nos treinos livres de sexta, confirmou os problemas do MP4/24 em pistas que exigem bastante da parte aerodinâmica, caso da Turquia. Ele vai largar apenas na 14ª posição, embora possa comemorar ter ficado à frente de Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe.

Nick Heidfeld, da BMW Sauber, não conseguiu acompanhar o ritmo de Robert Kubica, seu companheiro de equipe, e foi eliminado no Q2. O alemão estava na décima posição até a última volta da segunda parte, quando Nico Rosberg, da Williams, superou seu tempo e conseguiu a última vaga na superpole.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com