Vettel leva 7ª vitória seguida e iguala marca de Schumacher

Vettel leva 7ª vitória seguida e iguala marca de Schumacher

Alemão recebe bandeirada 30s à frente de companheiro de RBR Mark Webber e repete comemoração do tetra alcançado na Índia.

O tetracampeonato já estava assegurado. Seu nome, já escrito na história da Fórmula 1. Mas nas últimas três etapas do ano, Sebastian Vettel ainda tem o desafio de alcançar dois recordes de seu ídolo e compatriota, o heptacampeão Michael Schumacher e outro da lenda Alberto Ascari. E a primeira marca ele alcançou no GP de Abu Dhabi deste domingo. Usando um capacete com pintura folheada a ouro 24 quilates para celebrar sua quarta taça, o alemão da RBR protagonizou mais uma atuação implacável e venceu a sétima corrida seguida na temporada, repetindo a marca anotada por Schumi em 2004.

Largando em segundo, o alemão não tomou conhecimento de seu companheiro de RBR, Mark Webber, assumindo a ponta nos primeiros metros. O que se viu na sequência foi mais um implacável passeio de Vettel no cair da noite em Yas Marina. O tetracampeão provou que sua soberania não é apenas por ter uma máquina nas mãos e cruzou a linha de chegada ?eternos? trinta segundos à frente de seu parceiro de time. Confira os melhores momentos acima.

Após cruzar a linha de chegada, Vettel tirou onda. Repetiu a comemoração do tetra na Índia e fez ?zerinhos? diante da torcida. Só que dessa vez, se preveniu. Para evitar outra reprimenda como a recebida em Buddh, executou a manobra antes de completar mais uma volta, em uma área de escape, e levou o carro para o parque fechado, como manda o ?figurino?. E enquanto girava em frente às arquibancadas,ainda brincou com a equipe pelo rádio ao citar a folclórica frase do amigo Kimi Raikkonen:

- Deixe-me fazer uma citação: sim, sim, sim... Eu sei o que estou fazendo!

Realmente, o tetracampeão sabe bem o que faz. Clique aqui e confira o diálogo completo de Vettel com a equipe pelo rádio.

Nico Rosberg, da Mercedes, completou o pódio, seguido de perto por Romain Grosjean, da Lotus. Após uma atuação irreconhecível no GP anterior, Fernando Alonso voltou a mostrar sua conhecida inspiração, levando sua Ferrari da décima para a quinta posição. Felipe Massa vinha fazendo uma boa prova, mas não escolheu um bom momento para o segundo pit stop e fechou em oitavo, logo atrás de Paul di Resta (Force India), que fez apenas uma parada, e Lewis Hamilton (Mercedes). O destaque negativo da prova ficou por conta de Raikkonen. Com salários atrasados e obrigado a começar em último após ser desclassificado no treino de sábado, o finlandês completou seu péssimo fim de semana com um abandono após um toque na Caterham de Charles Pic logo na largada.

E enquanto os títulos dos Mundiais de Pilotos e Construtores já estão decididos em favor de Vettel e RBR, as disputas pelos vice-campeonatos seguem abertas. Alonso chegou aos 217 pontos e abriu vantagem para Raikkonen e Hamilton. Entre as equipes, a Mercedes soma agora 334 pontos, aumentando a diferença para a Ferrari de quatro para 11.

Fonte: G1