Palaia ataca Ronaldinho e Assis: ""Deveriam abrir um circo""

Palaia ataca Ronaldinho e Assis: ""Deveriam abrir um circo""

As conversas por Ronaldinho Gaúcho eram todas tocadas por Roberto Tadeu

Vice-presidente do Palmeiras, Salvador Hugo Palaia mostrou-se aliviado com a decisão do presidente Luiz Gonzaga Belluzzo de desistir da contratação de Ronaldinho Gaúcho. Contrário ao plano palmeirense, o candidato à presidência do Alviverde debochou da postura de Roberto Assis, empresário e irmão do atleta, nas negociações com o clube paulista e seus concorrentes.

- Sempre fui contra. Quando tem de contratar, não tem de dar ênfase demais e jamais entrar em um leilão. Não só com ele, mas com qualquer outro jogador. O que eles (irmãos Assis) estão fazendo é uma vergonha. Tinham de tirar o turbante e colocar a coroa da rainha da Inglaterra. O Assis e o Ronaldinho deveriam abrir um circo no Rio Grande do Sul, um em São Paulo e outro no Rio de Janeiro - disse o dirigente ao GLOBOESPORTE.COM.

As conversas por Ronaldinho Gaúcho eram todas tocadas por Roberto Tadeu, representante do Palmeiras na negociação, e Belluzzo. A decisão de desistir do negócio ocorreu depois de o Palmeiras ver Assis negociando com outros clubes e demorar a dar uma resposta ao Alviverde sobre a conclusão.

- Eu engessaria meu braço para não assinar o contrato. É muita vedete para pouco futebol. Esses jogadores deveriam se espelhar no Pelé, pois ele jamais faria uma palhaçada dessas.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com