Victor segura pressão do Grêmio, e Atlético-MG aumenta série invicta

O resultado complica o Grêmio na busca pelo líder Cruzeiro,

Antes do jogo contra o Atlético-MG, neste domingo, os gremistas criaram expectativa para enfrentar novamente seu ex-ídolo, Ronaldinho. Mas foi outro ex-jogador do time gaúcho que se destacou na Arena: o goleiro Victor teve atuação brilhante para ajudar o Atlético-MG a vencer o Grêmio por 1 a 0 e manter uma série invicta que já dura dez jogos.

O resultado complica o Grêmio na busca pelo líder Cruzeiro, mas pelo menos o time gaúcho segue na terceira posição, ainda com 37 pontos. Já o Atlético-MG se afastou de vez da zona de rebaixamento, pois agora alcançou 28 pontos e está em 10º lugar.

Por ser um duelo de equipes que já tiveram bons momentos na temporada, era esperado um duelo de alto nível técnico. Mas o primeiro tempo foi uma decepção: em uma noite que caiu muita água em Porto Alegre, também houve uma chuva de erros na Arena.

Isso resultou em 45 minutos de muita monotonia, sem criatividade nem articulação de jogadas. O goleiro Victor até trabalhou aos 9min, para defender chute de Barcos, mas depois teve vida tranquila. Do outro lado a atuação de Dida foi ainda mais discreta, já que o Atlético-MG simplesmente não chegou ao ataque.

Apesar deste primeiro tempo fraco, os times voltaram com as mesmas formações depois do intervalo. E pelo menos a atitude gremista mudou: já aos 2min, Zé Roberto assustou com chegada na área e obrigou Victor a trabalhar de novo.

Com empolgação da torcida e domínio do jogo, o Grêmio tinha tudo para inaugurar o placar, mas acabou castigado. Aos 14min, Vargas saiu frente a frente com Victor e chutou em cima do goleiro. Apenas dois muntos depois, o Atlético-MG conseguiu a resposta efetiva: Diego Tardelli aplicou um belo drible na ponta direita e tocou na medida para Fernandinho, na pequena área, tocar para o gol.

Com a vantagem no placar, o Atlético-MG passou a recuar para administrar o jogo. O Grêmio continuou a ter mais posse de bola e fez pressão total até o fim, mas Victor atrapalhou os planos do time gaúcho. Aos 29min, por exemplo, ele mostrou reflexo para defender a finalização de Zé Roberto. Depois, aos 41min, Jean Deretti também chutou de frente para o goleiro, mas não conseguiu o gol.

Quando a partida já estava quase nos acréscimos, Ronaldinho foi substituído e saiu vaiado em sua quarta vitória contra o Grêmio, desde que voltou ao Brasil. E mesmo após cinco minutos de acréscimos e mais pressão, um outro ex-gremista concluiu sua brilhante atuação contra os tricolores sem sofrer gol.

Fonte: Terra